rodovias

VÍDEO: Estado anuncia asfaltamento no acesso a São Martinho da Serra

Além disso, pacote prevê asfalto entre Tupanciretã e Santa Tecla. Conclusão dos acessos aos municípios de Pinhal Grande, Ivorá, Faxinal do Soturno e São João do Polêsine também são previstos

Leonardo Catto

O governo estadual anunciou um programa de investimentos e ações no Rio Grande do Sul. O lançamento foi feito pelo governador Eduardo Leite (PSDB), junto de secretários, nesta quarta-feira.

Leite iniciou a cerimônia reiterando que foram respeitados os protocolos de distanciamento. O evento de lançamento também teve presença de deputados estaduais e federais e prefeitos no Palácio Piratini.

- O que anunciamos não são medidas isoladas. A solução para o Rio Grande do Sul vem de um conjunto de medidas empreendidas e que não se iniciaram neste governo, mas que ajudam a dar equilíbrio necessário às contas do Estado - disse o governador na abertura do anúncio.

O planejamento do chamado Avançar envolve diferentes eixos. O anúncio desta quarta-feira é sobre o eixo do "crescimento", que prevê R$ 5,2 bilhões voltados para infraestrutura de rodovias gaúchas. A maior parte será por meio de concessões de rodovias nas regiões Metropolitana, dos Vales e Serra, até Passo Fundo, que receberão 680 km de duplicações feitas pela iniciativa privada e cobrança de pedágios.

Somente entre junho de 2021 e dezembro de 2022, é previsto o investimento de R$ 1,3 bilhão. Isso será com verbas do Estado para asfaltar acessos municipais e ligações regionais, além de recuperação de diversas estradas estaduais. A nível de comparação Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) investiu R$ 150 milhões por ano nos últimos cinco anos, segundo Leite.

NA REGIÃO
O prefeito de São Martinho da Serra participou da cerimônia. Conforme o Diário antecipou, a pavimentação da ERS-516, entre Santa Maria e São Martinho da Serra, é um dos serviços.

O pacote prevê novas obras na região, como o asfaltamento de Tupanciretã à localidade de Santa Tecla, na ERS-392  importante para o escoamento da safra da soja. O investimento neste trecho é estimado em R$ 25 milhões.

O acesso a Pinhal Grande também está no planejamento. Além disso, na ERS-348 serão concluídos os acessos a Ivorá, São João do Polêsine e Faxinal do Soturno. Acessos a Quevedos e Jari serão planejados.

Itacurubi faz parte da região 7. É prevista a melhoria no acesso do município, na ERS-541. O valor estimado é de R$ 1,7 milhão.

SÃO MARTINHO DA SERRA
A licitação que habilitou a construtora Continental, de Santa Maria para executar o asfaltamento é de 1998. O serviço não havia iniciado por falta de verba.

Agora, as obras podem começar entre setembro e outubro, segundo uma fonte do Diário. O primeiro passo é atualizar o projeto de um trecho inicial para permitir o início das obras em breve. São 17,3 km entre o viaduto ferroviário no Bairro Caturrita e São Martinho da Serra.

Foto: reprodução

Mesmo que cumpra protocolos de prevenção ao coronavírus, público que acompanho a cerimônia ficava próximo um dos outros

CONCESSÃO
O projeto envolve concessão de áreas para a iniciativa privada. Serão 1.151 km concedidos por 30 anos. É previsto, em cinco anos, investimento de R$ 3,9 bilhões. Em 30 anos, o valor deve ser de R$ 10,6 bilhões.

- Falamos de duplicação, manutenção e serviços. A garantia de 30 anos dessas estradas com qualidade e ampliação de serviços para a população. As obras, nos primeiros cinco anos, vão movimentar nossa economia, gerando emprego e renda - argumenta Leite.

São três "blocos" de concessão, todas nas proximidades das regiões Metropolitana e da Serra. Nenhum deles envolve rodovias da região.

INVESTIMENTO PÚBLICO
Sem parceria com o setor privado, o Estado prevê serviços para melhoras em acessos de municípios e ligações regionais e recuperação de rodovias com dinheiro público. Isso será bancado com apoio da Assembleia Legislativa e convênios com prefeituras.

Os locais destas obras são divididos em nove regiões. A região central é a de número oito, com investimento previsto em R$ 134,4 milhões.

HISTÓRICO DE PROMESSAS

1998

  • Em plena campanha pela reeleição, o então governador Antônio Britto (PMDB) lança edital de licitação para asfaltamento da estrada de São Martinho

2012

  • Em março, o governo Tarso Genro (PT) garante ao prefeito Gilson Almeida (PP), e a vereadores, a inclusão da estrada de São Martinho no pacote de obras para 2013

2013

  • Em setembro, o governo do Estado anuncia que, até 2014, investirá R$ 2,6 bilhões nas estradas gaúchas, com dinheiro do Banco Mundial (Bird), do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e recursos próprios
  • A ligação entre Santa Maria e São Martinho da Serra está na lista das estradas que seriam asfaltadas

2016

  • Em outubro, uma comitiva de lideranças de São Martinho leva ao governo do Estado pedido de recapeamento emergencial e de asfaltamento, mas o secretário de Transportes da época, Pedro Westphalen, diz, em um primeiro momento, que faria um estudo do caso. Depois, o secretário afirma que o Estado não tinha recursos para asfaltar a estrada



fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190