na pandemia

Escolas de Santiago promovem drive-thru para reaproximar alunos de professores

Ao menos quatro instituição já realizaram ação

18.398
Foto: Foto: Marcio Brasil (Prefeitura de Santiago)
Iniciativa é uma estratégia para reforçar o vínculo da comunidade com as escolas

Foto: Marcio Brasil (Prefeitura de Santiago)
Iniciativa é uma estratégia para reforçar o vínculo da comunidade com as escolas

Com as salas de aula vazias, o afastamento presencial entre alunos e professores foi inevitável durante a pandemia. Porém, como fazer para que o vínculo entre comunidade e instituições de ensino seja, aos poucos, retomado? Pensando nisso, ao menos quatro escolas de Santiago passaram a realizar drive-thrus, onde os docentes ficam na calçada das escolas e, com máscaras de proteção, cumprimentam as crianças que passam pela rua de carro com as famílias.

A diretora da Escola Municipal de Ensino Infantil (Emei) Mary Lopes Peixoto, Andrea de Azevedo Guerra, conta que a ideia de organizar o drive-thru surgiu em conversas entre as professoras. Segundo ela, as servidoras perceberam que as atividades enviadas não eram entregues mais com a mesma frequência, um sinal de alerta quanto ao desenvolvimento da aprendizagem. A saudade também falou alto.

VÍDEO: com diminuição de visitantes, quais são as perspectivas do turismo na Quarta Colônia?

Os pais e familiares foram avisados sobre ação pelas redes sociais e, no último sábado à tarde, pelo menos 100 carros passaram na frente da escola, conforme Andrea. Na ocasião, as professoras entregaram "lembrancinhas" para os alunos.

- É muito legal o retorno que tivemos das mães, nos falando sobre como foi importante a escola proporcionar esse reencontro. Foi emocionante. A gente percebia o quanto as crianças estavam encantadas - comenta a diretora.

Ela garante que a instituição voltará a fazer drive-thrus porque a escola tem cerca de 200 alunos, com idades entre 4 meses e 4 anos, e nem todos foram alcançados no último fim de semana. Resgatar a interação com as crianças é o maior desafio.

- Como todas as famílias estão trabalhando, as crianças ficam com as avós, tias. Alguns não fazem as atividades. Essa ação serviu para as crianças verem, mesmo à distância, o quanto nós continuamos nos preocupando e tendo um enorme carinho com elas - diz Andrea.

Foto: arquivo pessoal
O pequeno Pedro fez um cartaz para a professora Aline Lopes Ferreira, servidora da Escola de Educação Infantil Mary Lopes Peixoto

A vendedora Juliana Vieira Machado é mãe de Pedro Machado da Silva, 4 anos. Ele está no jardim de infância. Ela se encheu de alegria ao poder levar o filho novamente ao encontro das professoras.

- Foi gratificante vê-lo preparando o cartaz para a professora e contemplar a expressão de felicidade dele ao revê-las. Pedro está na mesma escola desde os cinco meses, então, a saudade é grande. Nota mil para a iniciativa - elogia Juliana.

Leia outras notícias de Santiago

INCENTIVO
De acordo com a secretária de Educação de Santiago, Mara Rebelo, a pasta incentiva que outras escolas desenvolvam eventos semelhantes, dentro das regras de distanciamento e higienização necessárias para evitar a proliferação do coronavírus.

- Essa estratégia é fantástica para eles se sentirem acolhidos. Ainda não temos como projetar a duração do ano letivo. Penso que temos que fechar em 2020 para, depois, recuperar essa sequela na aprendizagem - avalia Mara.

*Colaborou Rafael Favero


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190