infraestrutura

Comunidade de São Martinho da Serra volta a se mobilizar pelo asfaltamento da ERS-516

Rodovia faz ligação com Santa Maria

José Mauro Batista
Foto: Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)

Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)

A comunidade de São Martinho da Serra voltou a se mobilizar pelo asfaltamento da ERS-516, que liga o município a Santa Maria. Neste sábado, às 16h, no Clube Martinhense, o movimento SOS ERS-516 realizará uma reunião para organizar um ato e encaminhar outras ações para que a reivindicação antiga dos moradores seja atendida pelo governo do Estado. Em fevereiro deste ano, o Diário publicou reportagem sobre o histórico de promessas feitas por governadores ao longo dos últimos 20 anos.

O trecho de 17,5 quilômetros, ligando os dois municípios, é de estrada de chão e pedra, prejudicando o escoamento da safra, o transporte escolar e o transporte de moradores, além de dificultar o tráfego dos veículos de moradores das duas cidades. Há alguns anos, a população de São Martinho da Serra se mobilizou pelo asfalto, chegando a criar uma comissão pró-asfaltamento. Recentemente, foi realizada uma audiência pública sobre o assunto no município.

- Estamos retomando o movimento e já temos o apoio de um deputado federal e de quatro deputados estaduais. O governador também está ciente. Nessa reunião de sábado, teremos a presença do prefeito Gilson Almeida, de vereadores, secretários e comunidade - diz o fotógrafo Nicolas Sensão, um dos organizadores da mobilização.

Prefeitura de Restinga Sêca inaugura novas academias ao ar livre

Morador de Santa Maria, Sensão tem uma propriedade em São Martinho da Serra e é um usuário da estrada. Há 10 anos, Sensão viaja pelo menos três vezes por semana para o município vizinho e enfrenta a estrada de chão batido.

SEM PERSPECTIVAS

Em fevereiro, o prefeito Gilson Almeida (PP) disse que, primeiramente, encaminharia uma proposta de convênio para a manutenção da estrada. Em relação ao asfalto, Almeida disse estar ciente das dificuldades devido à crise financeira que impede o Estado de fazer empréstimos. Ele lembrou, ainda, que em 1998, quando a obra foi licitada, havia impasses envolvendo a questão ambiental e a comunidade de Santa Terezinha, que havia sido excluída do traçado original.

Já o Daer disse que a diretriz do governo Eduardo Leite é, primeiro, concluir as obras que já estão em execução. Só depois que as obras viárias em andamento estiverem concluídas é que os novos projetos começariam a ser analisados.

Isso significa que a estrada Santa Maria-São Martinho da Serra não está entre as prioridades do governo para agora.

A ESTRADA

  • A ERS-516 é uma rodovia regional que liga Santa Maria e São Martinho da Serra
  • O trecho a ser asfaltado tem 17,3 quilômetros
  • A estrada tem uma parte de chão batido, que vai da ponte da Caturrita, em Santa Maria, até a placa que identifica o limite com São Martinho da Serra. Até esse ponto são 7,5 quilômetros, que se percorre em 10 minutos
  • Uma parte da estrada é de calçamento de pedra
  • É considerada fundamental para desenvolver a economia turística na Região Central
  • Moradores reivindicam o asfalto há cerca de 50 anos
  • Em um dos projetos de pavimentação, a comunidade de Santa Terezinha, onde vivem cerca de 50 famílias, ficou fora do traçado original


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190