região

Placas são instaladas para preservar fósseis em Rosário do Sul

É solicitado que usuários transitem pelo meio das vias para não prejudicar sítios paleontológicos

Foto: Fotos: arquivo pessoal, Letícia Souto de Freitas
Sinalização na estrada, próximo à Cruz de Pedra, orienta trânsito e conta histórias do passado

Fotos: arquivo pessoal, Letícia Souto de Freitas
Sinalização na estrada, próximo à Cruz de Pedra, orienta trânsito e conta histórias do passado

Placas indicativas em pequenos trechos de estradas municipais de Rosário do Sul, nas regiões de Cruz de Pedra e Cerro Torneado, e no acesso aos Três Cerros, indicam área de sítios arqueológicos com vestígios de fósseis da época jurássica. Conforme a bióloga Letícia Souto de Freitas, a divulgação desta informação é importante para orientar motoristas que transitam nesses locais.

Surto de dengue e zica é considerado controlado na cidade

Ela explica que, desde meados do ano 2000, pesquisadores de universidades do Estado têm descoberto no município sítios arqueológicos com vestígios de fósseis e pegadas do período jurássico, de cerca de 155 milhões de anos atrás.

- Grande parte dos sítios paleontológicos pesquisados no momento estão em estradas, geralmente, em rochas expostas. Para preservá-los, decidiu-se por sinalizar os locais com placas - esclarece Letícia.

Em outubro de 2019, foram descobertos novos sítios e outros vêm sendo encontrados. Os registros maiores são na Cruz de Pedra, primeiro distrito, na estrada em direção ao Cerro Torneado. Já na última visita aos arredores, os paleontólogos fizeram importantes descobertas no acesso aos Três Cerros.

A bióloga acompanhou o trabalho do professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) Heitor Francischini, da professora da Universidade Federal do Rio Grande (Furg) Paula Dentzien Dias, do geólogo Nilo Antônio Espíndola, da prefeitura, e dos alunos da Furg Vitória Machado, Denner Deiques e Ana Paula Piazza.

VÍDEO: governo estadual define novo calendário de aulas presenciais nesta quinta

De acordo com Letícia, a solicitação dos administradores municipais à comunidade é de que os usuários ajudem a preservar a sinalização instalada e, sempre que possível, utilizem a parte central das vias nos trechos identificados, para continuidade das pesquisas. Os registros fósseis estão nas rochas fixas ao longo da estrada, mais preservados nas porções de acostamento.

COLABORAÇÕES
Além disso, é solicitado aos proprietários de terras particulares da região que, se houver o mesmo tipo de rocha exposta no campo ou, ainda, em erosões ou drenagens, colaborem com as pesquisas fornecendo informações. Para isso, basta ligar para a Secretaria de Obras de Rosário do Sul, pelo telefone (55) 3231-2761. O estudo não causa danos à propriedade.

*Com informações da Gazeta de Rosário


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190