turismo e fé

10 capitéis de Nova Palma são reformados por parceria entre prefeitura e UFSM

Pequenas capelas são pontos históricos e turísticos do interior e têm marcas da história da imigração italiana na região

18.398
Foto: Foto: Prefeitura de Nova Palma (Divulgação)
O antes e o depois de estruturas reformadas na ação

Foto: Prefeitura de Nova Palma (Divulgação)
O antes e o depois de estruturas reformadas na ação

Pelo menos 10 capitéis (pequenas capelas) do interior de Nova Palma foram restaurados por uma iniciativa que envolve a prefeitura, a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e a comunidade. As estruturas estão distribuídas em diversas localidades e duas delas foram reconstruídas por completo. Ao todo, a cidade tem, aproximadamente, 40 capitéis.

De acordo com o assessor municipal de cultura e turismo, Diego Hahn, os locais são antigos e, com o tempo, ficaram desgastados e, até mesmo, esquecidos. Para encontrar cada um deles, foi necessário uma pesquisa de campo. Nem todos contam com registros em documentos.

Grupo cria abaixo-assinado online sobre processo de cessão da Gare

O material para a revitalização é cedido pela prefeitura, e a mão de obra fica por conta dos moradores das proximidades. O poder público investiu cerca de R$ 5 mil na compra de tinta, areia, brita, cimento e tijolos.

Foto: Prefeitura de Nova Palma (Divulgação)
Na localidade de Caemborá, o capital foi reinaugurado com uma celebração religiosa

UNIVERSIDADE
A partir do levantamento feito pela prefeitura, o Departamento de Turismo da UFSM, com o trabalho de acadêmicos e professores, montará roteiros turísticos que poderão ser explorados pela população.

O projeto chamado "Rota dos Capitéis" está inserido no Geoparque Quarta Colônia, por meio da Pró-reitoria de Extensão.

 - No passado, esses pontos, localizados em meio à natureza, estavam intimamente ligados à religiosidade. Hoje, tudo isso vai além do turismo religioso. A gastronomia também pode fazer parte da rota, por conta das famílias de descendência italiana que moram nessas regiões - explica a professora Dalva Maria Righ Dotto.

Além disso, conforme a docente, um folder com informações a respeito das rotas turísticas deve ser elaborado. Ela diz que os municípios da Quarta Colônia de Imigração Italiana têm um potencial turístico que ainda não foi totalmente explorado pela população. A Região Central ainda tem muitos atrativos para serem descobertos.

- Isso deve ser feito de forma responsável e, inclusive, a segurança dos turistas deve ser pensada - pondera Dalva.  

Foto: Prefeitura de Nova Palma (Divulgação)
A mais recente revitalização do projeto "Rota dos Capitéis"

CAPITÉIS TÊM AS MARCAS DA IMIGRAÇÃO ITALIANA
Cada capitel carrega consigo uma história de fé. Hahn conta que, no passado, era comum que as comunidades fizessem promessas e, caso elas se cumprissem, construíam o espaço devocional. Os pequenos templos, segundo ele, são testemunhas de oração da comunidade de Nova Palma.

- Quando a usina da cidade foi construída, fizeram uma promessa de que, se a obra terminasse sem ninguém se machucar, iriam levantar um capitel. Assim, foi feita a estrutura entre Nova Palma e Faxinal do Soturno - explica o assessor.

Ministério da Agricultura declara estado de emergência por cauda de nuvem de gafanhotos

Conforme o professor e pesquisador Eloi Piovesan Scapin, morador da localidade de Vila Cruz, os capitéis foram os primeiros pontos de encontros para os imigrantes italianos que chegaram na região. Eloi diz que eles eram construídos como pedido ou pagamento de promessa, por uma devoção particular ou mesmo para terem um lugar para rezar, se encontrar, trocar ideias ou até para negociar. Geralmente, eram feitos próximos às residências das famílias ou em lugares de fácil acesso. Os santos de devoção eram os mesmos que os imigrantes cultuavam na Itália. Na década de 1980, o padre Luiz Sponchiado iniciou um projeto de restauração de muitos deles.

*Colaborou Rafael Favero


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190