justiça

Homem vira réu em caso de assassinato por disputa de terra em Jari

Crime aconteceu em setembro de 2018

João Pedro Lamas

O homem preso por suspeita de envolvimento no assassinato de Valdir Encarnação Ribas, 44 anos, em setembro de 2018 no município de Jari, virou réu. Isso significa que ele agora é acusado de ter cometido o assassinato que teve como motivação a disputa por um pedaço de terra.

De acordo com o delegado Adriano de Rossi, responsável pela investigação policial que resultou no indiciamento e prisão do agora acusado, ele foi denunciado pelo Ministério Público (MP), denúncia que foi recebida pelo Poder Judiciário, cujo processo originado está em fase de instrução.

- E o réu permanece preso - conclui.

Homem é encontrado morto com marca de tiro nas costas em Jari

O homem foi preso preventivamente em dezembro do ano passado. De acordo com o delegado Adriano, o suspeito havia sido localizado no interior do município de Jaguari e, em depoimento à polícia, negou a autoria.

- O que podemos dizer agora é que testemunhas viram ele mais ou menos na época em que ocorreu o homicídio, e havia desavenças familiares na disputa pelo terreno da vítima - explica.

Ele conta que o suspeito de ter cometido o crime e a vítima já tinham um histórico de desentendimentos, com registros por ameaça tendo sido feitos junto à delegacia pelas duas partes.

- O autor já teria colocado fogo na casa da vítima uns anos atrás - conta o delegado.

O suspeito ocupa uma cela no Presídio Estadual de Júlio de Castilhos e deve permanecer nela à disposição da Justiça pelo tempo que julgar necessário.

Ele foi indiciado por homicídio qualificado, sendo que os qualificadores são "motivo fútil" e "meio que dificultou a defesa da vítima", já que ela foi morta pelas costas.

O CRIME

Ribas foi encontrado morto dentro de casa, no interior do município, em 18 de setembro deste ano. Em outubro, o laudo apontou que a causa da morte tinha sido quatro tiros que lhe atingiram nas costas.

Polícia prende suspeito de assassinar homem devido à disputa por terra em Jari

Naquele dia, de acordo com a Brigada Militar (BM), familiares da vítima ligaram para o 190, por volta das 14h, sinalizando que havia algo de "estranho" na casa de Ribas, que fica na localidade de Rincão da Glória.

Os policiais entraram na casa e encontraram o cadáver dele no chão, já em "estado avançado de decomposição". Baseado na experiência da equipe, a BM sinalizou que o corpo estaria no local há pelo menos uma semana. O IGP apontou período semelhante no laudo da necropsia. Ainda, na ocasião, em análise preliminar do cadáver, identificaram um ferimento causado por uma arma de fogo na região das costas.


fale conosco

redação
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
atendimento@diariosm.com.br
ouvidoria@diariosm.com.br
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190