contatos Assine
Saúde

Grevistas querem impedir internações na ala psiquiátrica do Hospital de Cacequi

29 Janeiro 2019 20:00:00

Direção diz que pacientes com ordem judicial de internação serão recebidos

José Mauro Batista

Foto: Júlio Cezar da Silva Conrado/Divulgação: Funcionários do hospital de Cacequi estão em greve desde  sexta-feira devido ao atraso de salários pelo instituto que administra o local

Os funcionários do Instituto de Saúde e Educação Vida (Isev), que administra o hospital de Cacequi, pretendem impedir novas internações na ala psiquiátrica, que, nessa terça-feira, tinha três internos e sete leitos vazios. Parte dos trabalhadores está em greve desde a última sexta-feira por atrasos salariais. Conforme um funcionário que pediu para não ser identificado, teriam chegado ao conhecimento da instituição três ordens judiciais para internar pacientes no setor de psiquiatria. A diretora administrativa do Isev no município, Vera Elizabeth Lima da Silva, diz que o hospital vai cumprir as determinações da Justiça.

- Ordem judicial não se discute, têm que ser executadas.Estamos aguardando os pacientes - afirma Vera.

Governo federal reconhece situação de emergência em Lavras do Sul e São Gabriel

No entanto, segundo o servidor, as ordens são enviadas pela 4ª Coordenadoria Regional de Saúde e seguem um sistema. Por isso, os pacientes podem ser internados em outros hospitais e não, necessariamente, em Cacequi. O comando de greve pediu que a Federação dos Empregados da Saúde do RS tome medidas para impedir as internações. Também estão parados os serviços de exames (eletrocardiogramas e Raio X). Apenas casos de urgência e emergência são atendidos no Pronto-Atendimento (PA).

Parte de funcionários do Hospital de Cacequi tem salários pagos

O impasse vem desde novembro, quando os funcionários fizeram a primeira greve. Como os salários atrasados não foram pagos, eles retomaram a paralisação. Uma nova informação deixa a situação ainda mais complicada: o governo do Estado não reconhece a dívida de cerca de R$ 1,3 milhão que o Isev alega ter para receber.

Segundo a assessoria de comunicação da Secretaria Estadual de Saúde, o Estado deve somente R$ 63 mil e, ainda esta semana, repassará R$ 31 mil para o hospital. A folha do hospital, no final de 2018, era de R$ 150 mil.



fale conosco

redação
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
atendimento@diariosm.com.br
ouvidoria@diariosm.com.br
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190