Mobilização

Para aumentar número de doadores, Hemocentro de Santa Maria realiza ações em municípios da região

Foto: Eduardo Ramos (arquivo/Diário)

Para aumentar o número de doadores ativos de sangue, o Hemocentro Regional de Santa Maria (Hemosm) tem realizado uma série de ações em municípios da região. Neste sábado (5), que é o Dia Nacional da Saúde, a equipe estará em Caçapava do Sul. As coletas ocorrerão no Hospital Hospital Dr Victor Lang, mediante agendamento prévio.

Planejamento

Conforme o Hemocentro, a baixa circulação de doadores voluntários impacta diretamente nas coletas de plaquetas, que tem duração de apenas cinco dias. Atualmente, a instituição atende cerca de 15 hospitais da região vinculados ao Sistema Único de Saúde (SUS). 

Para mobilizar e conscientizar os doadores, a equipe do Hemosm tem visitado outros municípios. As ações ocorrem uma vez por mês, sendo que a primeira foi realizada em janeiro deste ano em Agudo. Cidades como Paraíso do Sul, São Vicente do Sul, Toropi, São Pedro do Sul e São João do Polêsine também passaram pela campanha. 

Veja quando e onde ocorrerão as próximas ações:

  • 2/09 – Júlio de Castilhos
  • 7/10 – Faxinal do Soturno
  • 11/11 – São Sepé
  • 2/12 – Formigueiro

Faça a sua parte!

Coleta de sangue em Caçapava do Sul

  • Quando – Sábado (5), no turno da manhã
  • Onde – No Hospital Dr Victor Lang (Avenida Coronel Coriolano de Castro, 920, Caçapava do Sul)
  • As coletas ocorrerão mediante agendamento pelo telefone (55) 3281-4164 ou WhatsApp (55) 98119-9126

Conheça o Hemocentro Regional de Santa Maria​

  • Horário de funcionamento – De segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, sem fechar ao meio-dia. E no terceiro sábado do mês, das 8h ao meio-dia
  • Endereço – Na Alameda Santigao do Chile, 35, Bairro Nossa Senhora das Dores 
  • Informações e agendamentos – Nos telefones (55) 3221-5192 ou 3221-5262, ramal 204 ou pelo Whatsapp (55) 8428-8274
  • Os agendamentos também pode ser realizados pelo site da Secretaria Estadual da Saúde

Requisitos para doação de sangue:

  • Estar em boas condições de saúde
  • Apresentar documento oficial de identidade com foto
  • Ter idade entre 16 e 69 anos, sendo que os candidatos a doadores com menos de 18 anos deverão estar acompanhados pelos pais ou por responsável legal
  • Pesar no mínimo 50 Kg com desconto de vestimentas
  • O limite de idade para a primeira doação é de 60 anos
  • Não estar em jejum e evitar alimentação gordurosa
  • Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas
  • Não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação
  • Não fumar pelo menos duas horas antes da doação

Impeditivos temporários:

  • Gripe ou febre
  • Gestantes ou mães que amamentam bebês com menos de 12 meses
  • Até 90 dias após aborto ou parto normal e até 180 dias após cesariana
  • Tatuagem ou acupuntura nos últimos 6 meses
  • Exposição à situação de risco para a AIDS (múltiplos parceiros sexuais, ter parceiros usuários de drogas)
  • Herpes labial.
  • Vacina Covid - Coronavac (Butantan) por 48 noras, Astrazeneca (FIOCRUZ) por 7 dias, Pfizer por 7 dias

Impeditivos definitivos: 

  • Ter passado por um quadro de hepatite após os 11 anos de idade;
  • Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas
  • Uso de drogas ilícitas injetáveis
Foto: Eduardo Ramos (arquivo/Diário)


Carregando matéria

Conteúdo exclusivo!

Somente assinantes podem visualizar este conteúdo

clique aqui para verificar os planos disponíveis

Já sou assinante

clique aqui para efetuar o login

Mulheres, pessoas trans e desempregados têm saúde mental mais abalada Anterior

Mulheres, pessoas trans e desempregados têm saúde mental mais abalada

Com mais de 3,5 mil casos de dengue, Santa Maria chega a registrar índice quase 21 vezes maior do que 2022 Próximo

Com mais de 3,5 mil casos de dengue, Santa Maria chega a registrar índice quase 21 vezes maior do que 2022

Saúde