3As

Veja quais fatores deixaram a região de Santa Maria em alerta nesta semana

Com incidência de casos acima do Estado, alta ocupação de leitos e média de vacinação, governo do Estado pediu reforço nas medidas

Foto: reprodução
Índices de novos casos da região, representados pela linha azul, estão acima da média do Estado 

A reunião do comitê estadual de combate à Covid-19 com a Associação dos Municípios da Região Centro (AM Centro), na quarta-feira, fez com que a região divulgasse um novo protocolo com regras mais endurecidas em relação ao que estava em vigor desde a sexta-feira passada. Após a reunião, o governo do Estado divulgou que a região de Santa Maria foi mantida em alerta no sistema 3As, porque a situação é grave e pode piorar sem novas medidas. Ontem, a AM Centro lançou as novas regras que proibem rodeios, eventos não especificados e som eletrônico em bares e restaurantes. Clique aqui para ver as regras. 

Em material divulgado pela assessoria de comunicação, o governador Eduardo Leite (PSDB) mostra porque a região se manteve em alerta: 

- A gente observa o quadro grave, de tendência de aumento e de piora no quadro da pandemia nesta região. 

CASOS CONFIRMADOS
O número de novos casos confirmados da doença na região está acima da média estadual, levando em consideração o índice a cada 100 mil habitantes desde o dia 27 de março. Na quarta-feira, a região tinha uma média de 358 casos confirmados a cada 100 mil habitantes, enquanto o Rio Grande do Sul matinha média de 255. Enquando a média estadual está diminuindo nos últimos dias, com variação negativa, a região se mostra em crescente, com aumento de 5,2% em novos casos nos últimos sete dias em comparação com a semana anterior. Nos últimos dias, a curva mostra tendência a aumentar, como mostra o gráfico abaixo. 


HOSPITAIS 
A ocupação de leitos também é um fator que chama atenção na região: os leitos clínicos têm um crescimento nas últimas semanas, em ocupação, e os leitos de UTI ficaram estáveis, mas em um patamar muito elevado, um dos maiores desde o começo do ano. Segundo os dados, a média de ocupação de UTIs na região é de 89%, e apenas 23 leitos estavam livres na manhã desta quinta-feira. A ocupação de UTIs subiu 9% na última semana. Somente na cidade de Santa Maria, a ocupação de UTIs do Sistema Único de Saúde é de 98,6% nesta quinta-feira. 

TAXA DE VACINAÇÃO 
Outro fator considerado no sistema 3As do governo do Estado é a fatia da população vacinada. Tanto o número de pessoas que tomaram a primeira quanto a segunda dose são levados em conta na classificação. A média estadual de pessoas vacinadas com uma dose da vacina, em todo o Estado, é 28,1%, e a região 27,7%. Mas a diferença está na segunda dose, porque, enquanto o Rio Grande do Sul tem 13,5% dos moradores imunizados, a região tem 10,5%, a menor de todas as regiões. 

ÓBITOS
Mesmo que o número de mortes tenha caído 21% de uma semana para a outra, a média de mortes da região é a 7ª mais alta de 21 regiões do Estado e está 11,4% acima da média estadual. 

RESUMO DE INDICADORES QUE MANTIVERAM O ALERTA 

Novos casos confirmados 

  • Região - 358 novos casos a cada 100 mil habitantes 
  • Estado - 255 novos casos a cada 100 mil habitantes 

Ocupação de leitos 

  • Leitos de UTI - Média de 89% das UTIs ocupadas. Somente leitos SUS, ocupação é de 98,3%, somando todos hospitais da região 
  • Leitos clínicos - atualmente, são 56% ocupados nos hospitais da região, mas a curva está em crescimento desde terça-feira 

População vacinada 

  • 1ª dose: média estadual é 28,1% e  média regional é 27,7%
  • 2ª dose: média estadual é 13,5% e média regional é 10,5%

Óbitos

  • A região está com uma média de 7,5 mortes a cada 100 mil habitantes
  • Apesar de ser 21% menor do que na semana passada, está 11,4% acima da média estadual 

13 REGIÕES EM ALERTA
Na quarta-feira, um alerta foi emitido para a região de Santa Cruz do Sul. Outras 12 regiões também mantiveram seus alertas:  Cachoeira do Sul, Caxias do Sul, Cruz Alta, Erechim, Ijuí, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Pelotas, Santa Maria, Santa Rosa, Santo Ângelo e Uruguaiana.

A equipe técnica do governo chama especial atenção às regiões de Cachoeira do Sul, Caxias do Sul, Cruz Alta, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Santa Rosa e Santo Ângelo devido ao agravamento da pandemia em cada uma. Para elas, foi enviado um reforço de Alerta, elaborado pelo GT de Saúde, no qual consta a recomendação de que sejam adotadas medidas mais enérgicas de enfrentamento à pandemia.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190