covid-19

Veja as orientações para quem chegou de viagem em relação ao coronavírus

Em nota, prefeitura diz que grupo que retornou da Itália não tem sintomas e não necessita isolamento

18.398

Com quatro casos confirmados no Estado e cinco casos suspeitas na Região Central, o novo coronavírus deixa em alerta as autoridades de saúde. Até o momento, já foi possível confirmar que três destes cinco pacientes com suspeita retornaram recentemente de viagem à Itália - uma mulher moradora de Faxinal do Soturno e um casal de Santa Maria. Por conta disso, a prefeitura divulgou uma nota (abaixo), esclarecendo qual deve ser o procedimento adotado pelos 30 integrantes da comitiva do CTG Sentinela da Querência, que retornaram na última terça-feira à Santa Maria. A orientações servem para qualquer outra pessoa que tenha chegado de viagem, especialmente após passar por um dos países com maior incidência de casos da doença. 

De acordo com a prefeitura, quem viajou e não apresenta sintomas pode preencher um cadastro online para acompanhamento pelos órgãos de saúde. 

Agências de turismo já sentem o impacto do coronavírus em Santa Maria

Desde 19 de fevereiro, eles viajaram por cidades como Roma, Taormina, Agrigento e Palermo, no país europeu, em uma ação de divulgação da cultura gaúcha.  A viagem foi marcada ainda no começo de 2020, antes do novo coronavírus receber o status de emergência em saúde global. O diretor artístico e chefe da delegação, Valmir Beltrame,  garantiu, em entrevista a reportagem, que todos os integrantes estão bem e que, até o momento, nenhum apresentou sintomas gripais ou febre. Eles foram acompanhados por uma enfermeira e mantiveram contato com a infectologista integrante do grupo de trabalho para a doença em Santa Maria, Jane Costa.

Mesmo assim, a viagem provocou preocupação e até mesmo ataques online. Agora, a prefeitura trouxe à público uma nota que reforça as medidas que o grupo deve tomar, para prevenção. A recomendação é que essas pessoas evitem frequentar locais fechados com aglomeração de pessoas e contato com pessoas imunodeprimidas - ou seja, com imunidade baixa - e idosos dentro dos 14 dias pós retorno, período de incubação do vírus. 

As recomendações vão de encontro à rotina de cuidados já previstas pelo Ministério de Saúde e Secretária de Saúde Estadual, para toda a população. Confira abaixo.

CONFIRA A NOTA NA ÍNTEGRA
"A respeito da delegação do CTG Sentinela da Querência que estava na Itália e retorna para Santa Maria, a Prefeitura reforça as mesmas recomendações para as demais pessoas que viajaram recentemente para locais com casos de coronavírus (Covid-19) e retornaram para Santa Maria. 

Além disso, mesmo o Plano de Contingência e Ação Estadual do Rio Grande do Sul para Infecção Humana Covid-19 não prever restrições para viajantes que não apresentarem alguns dos sintomas, conforme a Vigilância em Saúde, é de bom senso que essas pessoas evitem frequentar locais fechados com aglomeração de pessoas e contato com pessoas imunodeprimidas e idosos dentro dos 14 dias de retorno. Também devem seguir, de forma redobrada, os cuidados com a higiene.

Por isso, informa-se:

- Fique atento à sua condição de saúde, principalmente nos primeiros 14 dias;

- Reforce os hábitos de higiene, principalmente lavar bem as mãos com água e sabão;

- Caso apresente sintomas, como febre, tosse ou dificuldade de respirar, procure uma unidade de saúde e informe seu histórico de viagem;

- Os viajantes que não apresentarem sintomas podem preencher um cadastro formulado pela Vigilância Epidemiológica do Município a fim de que seja monitorada a situação de saúde da pessoa."

COMO SE PROTEGER

  • Lavar frequentemente as mãos usando álcool em gel ou água e sabão, especialmente após contato com pessoas doentes e antes de se alimentar
  • Quando tossir ou espirrar, cobrir a boca e o nariz com as mãos ou lenços descartáveis
  • Evitar o contato próximo com quem tiver febre e tosse
  • Em caso de febre, tosse e dificuldade para respirar, buscar ajuda imediata e compartilhar o histórico de viagens com os profissionais de saúde
  • Manter os ambientes ventilados
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca
  • Máscaras cirúrgicas podem ajudar a limitar o espalhamento de doenças respiratórias, mas por si só não são garantia de prevenção e devem ser combinadas com as medidas de higiene
  • Evite o compartilhamento de chimarrão

*Colaborou Chaiane Appelt


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190