covid-19

Vacinação de pessoas com comorbidades deve iniciar na próxima semana em Santa Maria

Prefeitura aguarda nota técnica do Ministério da Saúde para divulgar detalhes específicos conforme os subgrupos

18.389
Foto: Foto: Renan Mattos (Diário)


Foto: Renan Mattos (Diário)

Com a chegada de mais doses da vacina de Oxford/AstraZeneca nesta sexta-feira, e a conclusão da vacinação em idosos, a prefeitura de Santa Maria começa a se organizar para a próxima etapa da campanha de imunização contra a Covid-19, que será voltada a pessoas com comorbidades.

UTIs SUS operam com capacidade máxima em Santa Maria

Serão, neste primeiro momento, 4.970 doses destinadas para esse público-alvo. Conforme a Secretaria Estadual de Saúde (SES), a vacinação desse público será dividida em duas fases. Em entrevista ao Direto da Redação na última sexta-feira, o secretário municipal de Saúde Guilherme Ribas afirmou que a prefeitura aguarda a divulgação de uma nota técnica do Ministério da Saúde para poder divulgar mais detalhes. No entanto, a previsão do Executivo é dar início à vacinação para pessoas com comorbidades na próxima semana. Nesta fase, serão feitas ações específicas conforme os subgrupos estabelecidos pelo Plano Nacional de Imunização (PNI):

Butantan entrega 420 mil doses de vacina contra o coronavírus ao Ministério da Saúde

- Vão ser divulgadas algumas ações específicas para esses sub-públicos, vamos fazer um levantamento, encaminhar essas doses a clínicas e unidades de saúde, para conseguir contemplar quem faz tratamentos. Vamos divulgar essas ações na próxima semana.

COMPROVAÇÃO
Para ter acesso à vacina, a pessoa precisa comprovar a comorbidade, através de atestados e exames, por exemplo. No entanto, ainda não há uma definição de quais documentos serão necessários para essa comprovação, nem o prazo de validade para cada um. Tudo isso deve ser definido na próxima semana pelo Ministério da Saúde.

Vacinação para idosos com 60 anos ou mais será neste sábado em Santa Maria

A ideia, segundo Ribas, é utilizar informações que já constam no sistema das unidades de saúde, de pacientes que fazem o tratamento na Atenção Básica, via SUS, além de formar parcerias com hospitais e clínicas particulares.

- Muitas pessoas fazem o acompanhamento na unidade de saúde, e elas já têm o prontuário médico do doente crônico. Há outras que tem tratamento particular e tem como comprovar. Nós esperamos uma atualização desta nota técnica para fazer as ações específicas com o melhor detalhamento possível, com o que precisa levar para comprovar a comorbidade. Esse é o grupo mais populoso dos prioritários e precisamos ter todo o cuidado com a comprovação, que é extremamente necessário - salienta.

PRÉ-CADASTRO
Questionado sobre a possibilidade de uso de um aplicativo para realizar o pré-cadastro de pacientes para as ações de vacinação, o secretário informou que na próxima terça-feira será feito um projeto piloto para tentar agilizar o processo.

- Nós fizemos teste com o aplicativo com os acamados e deu muito certo, foi algo que deixou as pessoas mais tranquilas e queremos avançar. Mas para isso precisamos do detalhamento de todas as comorbidades para dar mais agilidade no registro. Dando certo, vamos usar nas próximas ações - destaca.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190