ciência

VÍDEO: vacina testada na UFSM tem 100% de eficiência contra casos graves de Covid

De modo geral, a proteção geral contra o coronavírus é de 67%

Leonardo Catto
Foto: Foto: Marcelo Oliveira (Especial)

Foto: Marcelo Oliveira (Especial)

A Clover Biopharmaceutical, fabricante da vacina contra Covid testada na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), divulgou resultados sobre eficiência do imunizante. Foi encontrada eficiência geral contra variantes do coronavírus de 67%. Contra casos graves de Covid, a prevenção chega a 100%.


Após quase dois anos fechado, campus da UFSM reabre neste final de semana

Desde junho, a UFSM é um dos centros de pesquisa em que a vacina é testada. Segundo o coordenador do estudo, o médico infectologista do Hospital Universitário de Santa Maria (Husm), Alexandre Schwarzbold, o próximo passo é a submissão para que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorize o uso. Não há prazo certo para isso, mas deve ocorrer em outubro.

- Chegamos na terceira visita dos voluntários, em todos já foram as duas doses (no caso de quem não tomou placebo). Cerca de 800 pessoas em Santa Maria. Ocorre que com o desenvolvimento do programa de imunização, e distribuição de vacinas, os voluntários saiam do estudo. Quebramos o sigilo, e eles têm acesso à vacina. O número de voluntários no Brasil diminui. É a realidade dos outros centros brasileiros também. A ideia era inicial era colocar 10 mil brasileiros, como foi na vacina de Oxford, em que o Brasil foi muito importante. Agora, temos menos, mas vai manter a possibilidade de análise - explica.

OS DADOS
O estudo envolveu 30 mil adultos em quatro continentes. A análise mostrou 100% de eficiência contra casos graves de Covid-19 e hospitalização. Para evitar casos moderados, a vacina atinge eficiência de 84% em qualquer mutação do coronavírus. Especificamente sobre a variante Delta, que é mais transmissível, a eficiência para evitar casos graves é de 81%.

Outra observação é que esta foi a primeira vacina contra Covid-19 a demonstrar significativo risco reduzido do coronavírus evoluir para um quadro de Covid-19 em indivíduos já infectados.

PESQUISA
Além da UFSM, no Rio Grande do Sul, o Hospital de Clínicas, em Porto Alegre, também participou do estudo. O imunizante da Clover teve autorização para teste no Brasil em 22 de abril e já era testado na Bélgica, Inglaterra, China e Tailândia, por exemplo. A vacina é voltada para a iniciativa Covax, consórcio comandando pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em parceria com países. O Brasil já tem 42 milhões de doses pelo consórcio, e o número pode aumentar a partir da aprovação desta vacina.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 

© 2021 NewCo SM - Empresa Jornalistica LTDA


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7188
(55) 3213-7190