vacina da Pfizer

VÍDEO: vacinação de gestantes e puérperas começou nesta quarta em Santa Maria

Cinco unidades de saúde continuam com a vacinação do grupo nesta quinta-feira mediante cadastro

18.355


Foto: Pedro Piegas (Diário)
Vacinação em gestantes ocorreu em cinco pontos da cidade durante a manhã de quarta-feira

Começou, nesta quarta-feira, a vacinação de gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto) com e sem comorbidades em Santa Maria. Pela primeira vez, foram utilizadas doses da vacina da Pfizer, que chegaram ao município na última segunda-feira. A vacinação do grupo segue na tarde desta quarta-feira e durante a quinta-feira (veja abaixo). Para se vacinar, é necessário realizar cadastro prévio no site da prefeitura.



VACINAÇÃO DE GESTANTES E PUÉRPERAS

QUARTA-FEIRA

1ª dose

  • 13h30min às 16h30min

Onde

  • Policlínica José Erasmo Crossetti (Rua Floriano Peixoto, 1.752, Bairro Centro)
  • UBS Wilson Paulo Noal (Rua Reinaldo Manoel Guidolin, 130, Bairro Camobi) 
  • UBS Kennedy (Rua Vereador Dário Leal da Cunha, Bairro Salgado Filho)
  • UBS Floriano Rocha (Rua Benjamin Ávila, 12, Bairro Juscelino Kubitschek) 
  • ESF Urlândia (Rua Valdir da Silva, 495, Vila Urlândia)

Comprovações

  • Cadastro no site, indicando dia, local e turno
  • Indicação médica por escrito (para a mulher com ou sem comorbidade)
  • Para as mulheres com comorbidade, apresentar cópia de um exame ou laudo que comprove a doença
  • Para as gestantes, levar comprovação de gestação com exame laboratorial ou ultrassom
  • Para as puérperas, levar comprovação com declaração de nascido vivo ou certidão de nascimento
  • Documento com foto e CPF

QUINTA-FEIRA
1ª dose

  • Das 8h às 11h30min e das 13h30min às 16h30min

Onde

  • Policlínica José Erasmo Crossetti (Rua Floriano Peixoto, 1.752, Bairro Centro)
  • UBS Wilson Paulo Noal (Rua Reinaldo Manoel Guidolin, 130, Bairro Camobi) 
  • UBS Kennedy (Rua Vereador Dário Leal da Cunha, Bairro Salgado Filho)
  • UBS Floriano Rocha (Rua Benjamin Ávila, 12, Bairro Juscelino Kubitschek) 
  • ESF Urlândia (Rua Valdir da Silva, 495, Vila Urlândia)

Comprovações

  • Cadastro no site, indicando dia, local e turno
  • Indicação médica por escrito (para a mulher com ou sem comorbidade)
  • Para as mulheres com comorbidade, apresentar cópia de um exame ou laudo que comprove a doença
  • Para as gestantes, levar comprovação de gestação com exame laboratorial ou ultrassom
  • Para as puérperas, levar comprovação com declaração de nascido vivo ou certidão de nascimento
  • Documento com foto e CPF

MOVIMENTO TRANQUILO

Durante a manhã, o movimento foi tranquilo nos dois pontos de vacinação visitados pela reportagem do Diário. Na Policlínica Central José Erasmo Crossetti, uma fila de cerca de 15 mulheres se formou ainda antes das 8h. As grávidas e puérperas aguardaram na calçada até o momento da vacinação, que começou com um atraso de cerca de 20 minutos.

- Aguardei bastante ansiosa, e acabei conhecendo várias mães, puérperas. Estavam todas bem ansiosas para receber a vacina - disse Naiandra Avila, 29 anos, estudante de Administração e gestante de 22 semanas.

Na UBS Kennedy, no Bairro Salgado Filho, apenas nove mulheres haviam recebido a vacina até 9h30min e não havia fila. A dona de casa Ângel Barbosa de Morais, de 25 anos, foi vacinada no local. Ela está na 36ª semana de gestação da terceira filha.

- Me sinto mais segura. É uma forma que tenho de proteger a minha família, não levando o vírus para dentro de casa. Estou bem feliz - afirma.

Em ambos locais, a vacinação ocorria na sala de vacinas das unidades, sem a utilização de estruturas externas, como tendas, como é comum em ações de vacinação maiores.

VACINA ADIADA

O início da vacinação de gestantes e puérperas em Santa Maria estava marcado para o dia 11 de maio. Entretanto, na noite anterior, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou a suspensão da aplicação da vacina de Oxford/AstraZeneca no grupo. Como essa seria a vacina utilizada em Santa Maria, a ação foi suspensa. Pela manhã, cerca de 20 mulheres chegaram a ir até a Fisma, onde seria aplicada a dose, e foram informadas da suspensão. Uma delas foi a tecnóloga em alimentos Aline Suertegaray, de 29 anos. Nesta quarta, ela foi até a Policlínica Central José Erasmo Crossetti para receber a vacina. Aline deu à luz a Valentim há 10 dias.

- Estavam todas ansiosas para receber a vacina. Me sinto muito mais segura com o recém-nascido em casa. Neste momento, tenho que sair bastante para levar ele ao médico e fazer exames - disse Aline.

Conforme a prefeitura, mulheres puérperas que foram até a Fisma no dia 11 e não receberam a vacina, podem ser vacinadas nesta ação, mesmo que tenham passado do limite de 45 dias após o parto. A orientação é que elas façam o cadastro no site e tenham uma indicação médica. 

PFIZER

Foi usada, pela primeira vez em Santa Maria, a vacina da Pfizer/Biontech, que demanda procedimentos diferentes em relação aos imunizantes Oxford/AstraZeneca e CoronaVac. Antes da aplicação, a vacina é misturada com um diluente, ainda dentro do frasco. A dose é de 0,3 ml, menor que as das outras vacinas, e cada frasquinho comporta seis doses, que devem ser aplicadas, no máximo, seis horas após a diluição. Na Policlínica José Erasmo Crossetti, as vacinadas eram orientadas a aguardar por alguns minutos em uma sala ao lado do local de vacinação, para monitorar eventuais reações. Na UBS Kennedy, o procedimento não era adotado.






fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 

© 2021 NewCo SM - Empresa Jornalistica LTDA


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7188
(55) 3213-7190