na região

VÍDEO: um ano depois da 1ª morte por Covid-19, Santiago faz homenagem às vítimas

Uma cerimônia ecumênica e a entrega de mudas de flores e árvores marcaram a data

18.357
Foto: Foto: Márcio Brasil (Prefeitura de Santiago)


Foto: Márcio Brasil (Prefeitura de Santiago) 

O domingo foi marcado por uma homenagem a todas as vítimas da Covid-19 em Santiago. Em 11 de julho de 2020, a cidade registrava a primeira morte pela doença. Agora, um ano depois, já foram 142 vidas ceifadas pelo vírus.

Por meio de um projeto de lei do vereador Décio Loureiro (Progressistas), 11 de julho passa a ser o "Dia em Memória das Vítimas da Covid-19" no município de 50 mil habitantes. As homenagens contaram com uma celebração ecumênica na Praça Moisés Viana, bem no centro de Santiago. Também houve entrega de mudas de flores e de árvores.

'Saímos do pior momento da pandemia, mas situação não é confortável', alerta pesquisador

Familiares de vítimas que morreram pela Covid-19 levaram fotos e cartazes para lembrar de seus entes queridos. Profissionais de saúde também estiveram presentes. 

Além das 142 mortes, Santiago já teve, desde o início da pandemia, 6 mil casos confirmados de coronavírus. 







fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190