acolhimento

VÍDEO: Santa Maria inaugura ambulatório para pessoas trans

O local funcionará junto com a Policlínica do Rosário

Laíz Lacerda
Foto: Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)
O Secretário de Saúde Francisco Harrisson faz a inauguração do Ambulatório Transcender ao lado de autoridade e do coletivo LGBTQI+

Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)
O Secretário de Saúde Francisco Harrisson faz a inauguração do Ambulatório Transcender ao lado de autoridades e do coletivo LGBTQI+

Na manhã de sexta-feira, foi inaugurado o ambulatório Transcender, criado para o atendimento de pessoas transexuais. O local funcionará juntamente com a Policlínica do Bairro Nossa Senhora do Rosário. De acordo com a prefeitura, é o primeiro espaço com essa finalidade no interior do Estado.

Segundo o Secretário de Saúde, Francisco Harrisson, no início do ano passado, as autoridades da cidade foram procuradas pelos coletivos, para que eles pudessem apresentar o projeto que haviam feito. 


- A partir desse projeto, começamos a estudar as políticas públicas que o Ministério da Saúde e todas as secretarias tem para o público trans. Então, fomos adaptando e chegamos a esse formato inicial de ambulatório - explica o secretário.

Riograndense decide não jogar a Terceirona Gaúcha de 2020

O ambulatório conta com duas salas de atendimento dentro da policlínica. A coordenadora da Policlínica do Rosário, Sônia Medianeira de Oliveira, conta que o funcionamento será de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h. Já se sabe que os atendimentos ginecológicos serão feitos nas segundas-feiras, a cada 15 dias. Os horários para as consultas com os outros especialistas serão determinados de acordo com a demanda.

Para fazer o agendamento, será necessário a apresentação da carteira de identidade ou carteira social, assim como o cartão do Serviço Único de Saúde (SUS). A comunidade transexual terá atendimento médico com profissionais das mais diversas áreas, como ginecologista, clinico geral, fonoaudiólogo, psicólogo e urologista.

Cpers arrecada alimentos para professores com ponto cortado

Os atendimentos começam na segunda-feira, e a paisagista Sthéphanny de Avila Vilanova será a primeira paciente: 

- Estou muito ansiosa. Em fevereiro completam seis anos que estou atrás de tratamento. Comecei no Hospital de Clínicas em Porto Alegre, mas por ter tido problemas com trombose, eles pararam.

Duas pessoas são eletrocutadas em Santa Maria e Formigueiro

Para a paisagista, o ambulatório é importante porque facilitará o acesso de pessoas que buscam atendimento, sem precisar ir a Porto Alegre. Ela, que começou o processo de transição de gênero há seis anos, conta que será importante um espaço onde serão atendidas com respeito: 

- Eu já entreguei currículos em todos os estabelecimentos possíveis da cidade, e nunca me chamaram. Nem mesmo para trabalho voluntário se consegue uma oportunidade. Então é necessário que toda a população abrace essa causa e saibam que temos potencial.

Sinaleiras de pedestres, prometidas há 15 meses, não foram instaladas

Na inauguração, também estava presente a coordenadora da ONG Igualdade, Marquita Quevedo, que explicou que essa é uma porta de entrada para que, futuramente, seja possível construir o centro de acolhimento da população LGBTQI+. 


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190