arboviroses

VÍDEO: números da dengue na região caem, mas mais municípios registram contaminação

Com cerca de 5 mil habitantes, Nova Esperança do Sul confirmou casos pela primeira vez na história

18.355

Em 2020, o surto de 233 casos de dengue em Santa Maria fez os números da doença em toda região dispararem. Em 2021, com o controle do surto santa-mariense, os números da 4ª Coordenadoria Regional de Saúde também caíram, mas há situações preocupantes: o vírus atingiu mais municípios e colocou em alerta a pequena Nova Esperança do Sul, que registrou dengue pela primeira vez na história.


Nova Esperança do Sul confirmou, no final de maio, 10 casos de dengue. Proporcionalmente em relação à população, o número de casos na cidade é maior do que o surto histórico de Santa Maria em 2020. Conforme o agente de combate a endemias de Nova Esperança do Sul, Eduardo Munareto Friggi, que atua sozinho na vigilância ambiental do município, os casos foram registrados na semana entre os dias 21 e 28 de maio.

VÍDEO: surto de dengue em Santa Maria está controlado, aponta Vigilância

- Não temos como saber como o surto começou. Apareceram primeiro sete casos suspeitos, com pessoas que não saíram muito da cidade. Os casos foram confirmados juntos e todos aconteceram na região central da cidade - explica.

Após a confirmação dos casos, foram delimitados raios de 150 metros a partir da residência das pessoas contaminadas para concentrar esforços de combate ao aedes aegypti, mosquito transmissor da doença. Neste trabalho, Eduardo contou com o apoio de equipes da 4ª Coordenadoria Regional de Saúde, que auxiliaram nos serviços de pulverização. Fato é que, após maio, não foram registrados novos casos. Há ainda a possibilidade de confirmação de dois casos de chikungunya. Testes em dois moradores apontaram positivo para chikungunya e zika, e um novo teste deve ser feito para confirmar a infecção. Não seriam os primeiros casos de chikungunya na região - em 2018, Santiago, município vizinho, teve um surto de 19 casos.

SITUAÇÃO DA 4ª CRS

Para a bióloga e especialista em Saúde da 4ª CRS, Lisiane Lobler, a situação de Nova Esperança do Sul é a mais crítica da região. Há ainda dois casos de dengue autóctones em São Francisco de Assis. Cacequi e Agudo confirmaram um caso, mas ambos importados. Ao todo, cinco municípios registraram casos. No ano passado, eram apenas dois.

- A região, em relação ao Estado, ainda está bem. Não temos tantos casos - avalia Lisiane.

Santa Maria recebe 8,5 mil doses contra a Covid nesta quinta-feira

Até 19 de junho, a Secretaria Estadual de Saúde havia confirmado 8.085 casos de dengue no Rio Grande do Sul, com a maior parte concentrada nas regiões de Erechim, Santa Cruz do Sul e Lajeado. Entre as 18 coordenadorias de saúde, a de Santa Maria é apenas a 8ª com mais casos - em 2020, foi a 6ª.

Com o avançar do inverno, a expectativa é de que os casos diminuam. Em Santa Maria, a Vigilância Ambiental considera o surto controlado. Em Nova Esperança do Sul, há ainda a preocupação pelo alto índice de infestação do mosquito.

- O índice está alto na região. Nova Esperança fica ao lado de Jaguari e Santiago, que são municípios infestados. Então temos essa questão do vetor, que é bem complexa - alerta Lisiane.

Dos 33 municípios que compõem a 4ª CRS, apenas Paraíso do Sul não é considerado infestado pelo aedes aegypti.

CASOS DE DENGUE NA REGIÃO

  • Agudo - 1 (importado)
  • Cacequi - 1 (importado)
  • Nova Esperança do Sul - 10
  • São Francisco de Assis - 2
  • Santa Maria - 50

CASOS DE ZIKA

  • Santa Maria - 4


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190