covid-19

Terceira etapa de pesquisa aplicará mais 500 testes rápidos em Santa Maria

Estudo mapeia casos de coronavírus e a velocidade de disseminação do contágio

18.297
Foto: Foto: Renan Mattos (Diário)

Foto: Renan Mattos (Diário)
Testes rápidos são feitos com uma amostra de sangue e ficam prontos em cerca de 15 minutos

Santa Maria recebe neste fim de semana a terceira rodada da pesquisa que mapeia o avanço do coronavírus no Rio Grande do Sul. Entre o sábado e a segunda-feira, 500 domicílios da cidade deverão participar do estudo, que aplica testes rápidos e um questionário. 

Novo modelo de distanciamento social deverá começar a valer na segunda-feira

O estudo é coordenado pela Universidade Federal de Pelotas (Ufpel) e tem participação da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Ao total, são nove cidades participantes: além de Santa Maria, também estão na pesquisa Pelotas, Porto Alegre, Canoas, Caxias do Sul, Passo Fundo, Ijuí e Santa Cruz do Sul e Uruguaiana.

Essa é a penúltima das quatro fases de exames e entrevistas. As duas primeiras aconteceram em abril, com intervalo de 15 dias em cada etapa, e a última está prevista para ocorrer no final de semana do dia 23 a 25 de maio. Durante todo o estudo, 18 mil pessoas deverão ser testadas - 2 mil só em Santa Maria. 

COMO FUNCIONA
Em cada rodada, um grupo de entrevistadores - são voluntários da área de saúde - sorteia de forma aleatória as residências que devem visitar (essas não são as mesmas das outras rodadas). Ao chegar na casa, um novo sorteio é realizado para decidir qual morador irá participar. Uma gota de sangue é da ponta do dedo do participante é coletada e analisada em até 15 minutos. Se o resultado for positivo, os profissionais entregam um informativo com orientações e repassam o contato do participante para acompanhamento e suporte da secretaria de saúde do município.  

Além do teste, o participante também responde um breve questionário, com perguntas sobre se teve algum sintoma do coronavírus nas últimas semanas e qual a rotina da família em relação à prevenção e ao isolamento social. 

Ninguém é obrigado a participar da pesquisa, mas a colaboração é essencial para chegar a resultados mais precisos para o combate da doença. Todos os entrevistadores estarão devidamente identificados e vestidos com equipamentos de proteção individual. Em caso de dúvidas sobre o estudo, os moradores podem entrar em contato com a Brigada Militar e a Guarda Municipal, que estarão apoiando os pesquisadores e têm informações sobre os locais de visitação. 

Suspensão de atividades da UFSM é prorrogada por mais 30 dias

Os resultados desta etapa deverão ser divulgados na próxima semana. 

SANTA MARIA TEM 1 INFECTADO A CADA 500 PESSOAS
O resultado da segunda etapa estima que haja uma pessoa infectada a cada 769 habitantes do Estado. Na primeira etapa, o dado era de um infectado a casa 2 mil pessoas. Em Santa Maria, a projeção é que a cada 500 pessoas, uma está infectada com o coronavírus. 

A estimativa de casos para 1 milhão de habitantes do RS é de 1.300. Todavia, a pesquisa aponta que apenas 108 desses seriam notificados. Outra conclusão desta etapa é que há cerca de 12 casos não notificados para cada notificação no Estado.

Dos testes rápidos, um que apontou o resultado positivo foi em Santa Maria. No caso de teste positivo, as pessoas que convivem na mesma casa também são testadas. Em Santa Maria, mais uma pessoa, que residia com o primeiro testado, teve diagnóstico positivo também. Foram, ainda, outras três confirmações em Porto Alegre, uma em Pelotas e uma em Caxias do Sul.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190