Estado

Secretaria de Saúde orienta que cirurgias eletivas sejam canceladas por hospitais

Recomendação surgiu porque instituições estão com desabastecimento do 'kit entubação'

18.398
Foto: Foto: Luciana Segala (Arquivo Pessoal)

A Secretaria Estadual da Saúde (SES) está orientando os hospitais públicos e particulares a cancelar a realização de cirurgias e procedimentos eletivos por tempo indeterminado. A recomendação surgiu porque há um desabastecimento de medicamentos do "kit entubação", que consiste em anestésicos, sedativos e bloqueadores neuromusculares. 

59,5% dos leitos de UTI da região de Santa Maria estão ocupados

Nos últimos dias, segundo comunicado emitido pela SES, a secretaria recebeu relatos de hospitais sobre o baixo estoque dos medicamentos. Foi feito um levantamento da demanda das instituições que integram o Plano de Contingência Hospitalar e dos kits remanescentes. Depois disso, o Estado buscou apoio do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Ministério da Saúde para solucionar o problema. O ministério informou que já realizou uma compra emergencial e que alguns Estados já começaram a receber os lotes de medicamentos. O Rio Grande do Sul deverá ser contemplado em breve.

A SES também está solicitando aos hospitais e clínicas públicas e privadas que disponibilizem aos setores de Emergência e Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) os medicamentos desta categoria, especialmente os sedativos e bloqueadores neuromusculares. Distribuidoras de remédios também foram notificadas para informar seus estoques.

Rio Grande do Sul passa de 30 mil casos confirmados de Covid-19

A secretaria reitera a importância de a população manter as medidas de proteção, como uso de máscaras e de higiene pessoal, além de respeitar as normas de distanciamento controlado do governo estadual para evitar a sobrecarga da rede hospitalar.

EM CRUZ ALTA
O Hospital São Vicente de Paulo de Cruz Alta (HSVPCA) anunciou, nesta sexta-feira, a suspensão das cirurgias eletivas na instituição. Segundo o Gabinete de Crise do hospital, a decisão foi tomada em função da dificuldade para a aquisição de medicamentos sedativos e anestésicos. A decisão, que vale por tempo indeterminado, está relacionada a procedimentos cirúrgicos eletivos não oncológicos e que necessitam de anestesia geral.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190