infestação

Santa Maria tem 101 casos de dengue e quatro de zika

Pela primeira vez, cidade tem casos adquiridos dentro do município

18.406

Nesta quarta-feira, a prefeitura de Santa Maria divulgou novo boletim atualizando os casos de dengue no município. No total, 101 pessoas foram infectadas pelo mosquito: 99 na cidade e duas têm casos importados. Outros quatro santa-marienses foram diagnosticados com zika, também transmitida pelo Aedes aegypti. Segundo o executivo municipal, o surto teve início em fevereiro. Essa é a primeira vez que a cidade registra casos das doenças adquiridos dentro do município.

Dengue coloca Santa Maria na mira de um novo surto

Os pacientes diagnosticados com zika tiveram as confirmações nesta quarta. Elas são moradoras dos bairros Nossa Senhora das Dores (2 casos), Nova Santa Marta (1) e Tancredo Neves (1). A Nova Santa Marta também tem o maior número de casos de dengue, totalizando 55. 

Para receber o diagnóstico, o paciente deve ser encaminhado pelo médico para fazer uma coleta de sangue em laboratórios conveniados ao Estado. Esse exame é gratuito. Se o resultado for positivo, uma parte do material é encaminhado ao Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). Caso o Lacen confirme a doença, ela é, então, notificado pelo município.

O prefeito Jorge Pozzobom informou que 15 agentes de endemia e dois profissionais de saúde foram contratados para atuar contra o mosquito. Ele afirma que esses agentes, junto com funcionários da Vigilância Ambiental, têm realizado ações de sensibilização da população e de bloqueio vetorial frente aos casos. A partir da chegada dos novos agentes de endemia, as visitas às residências dos bairros com focos da dengue foram de 200, em março, para 1,1 mil ações semanais. O trabalho é minucioso, uma vez que Santa Maria tem o registro de 287 casos notificados, e as ações apresentam resultados para toda a população.

- Trata-se de um trabalho orientativo, de tratamento químico nos focos, encaminhamento para Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de pessoas com sintomas, entre outras iniciativas no sentido de eliminar as larvas do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue - explica o superintendente da Vigilância em Saúde, Alexandre Streb.

Em conjunto, seguem as ações complementares com a 4ª Coordenadoria Regional de Saúde (4ª CRS). São trabalhos de bloqueio vetorial e de aplicação de inseticida. No começo desta semana, foi realizada a terceira aplicação espacial de inseticida no Bairro Salgado Filho. No total, 30 quarteirões receberam a iniciativa.

INFESTAÇÃO DE DENGUE E CASOS DE ZIKA
Santa Maria é considerada infestada pelo mosquito Aedes aegypti desde abril de 2013. Porém, todos os casos até o fim de fevereiro deste ano eram importados, ou seja, adquiridos fora do município. A situação atual se mostra diferente, pois configura a presença de casos autóctones, caracterizando circulação viral.

Os sintomas da dengue incluem febre alta, dor no corpo, dor nas articulações, dor de cabeça e dor atrás dos olhos, além de manchas pelo corpo em alguns casos. O método mais eficaz para evitar a contaminação é impedir a circulação do mosquito.

Os sintomas da zika são manchas vermelhas na pele, olhos vermelhos, dor nas articulações e dor de cabeça. Os maiores cuidados devem ser com as gestantes, uma vez que a doença está associada a casos de microcefalia nos bebês.

PARA EVITAR O MOSQUITO:

  • Mantenha a caixa d'água sempre fechada
  • Encha de areia, até a borda, os potes e os vasos de plantas
  • Não deixe a água da chuva acumular em recipientes
  • Mantenha tampados tonéis e barris de água
  • Guarde garrafas de cabeça para baixo
  • Recolha seus resíduos
  • Use repelente
  • Utilize inseticida em locais escuros (perto do chão e proximidades de piscina)
  • Atenção às piscinas, especialmente as de plástico

*Com informações da prefeitura de Santa Maria


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190