covid-19

Santa Maria começa ações de dose reforço para idosos nesta sexta-feira

Primeiro grupo são os idosos de 85 anos ou mais. Os que vivem em lares de longa permanência também receberam a terceira dose

Foto: Pedro Piegas (Diário)
Lar das Vovozinhas aplicou doses reforço  em 132 idosas na quarta-feira 

Com a ampliação do número de pessoas vacinadas, as autoridades em saúde apostam, agora, em novas estratégias de proteção e prevenção contra a Covid-19. Uma delas é a aplicação da chamada dose reforço, que é uma terceira dose de vacina, para garantir reforço na imunidade das pessoas. A ideia é que os idosos e os imunossprimidos sejam os primeiros nessa etapa, porque são mais vulneráveis aos efeitos da doença. Nesta sexta-feira, os idosos de Santa Maria têm a primeira ação aberta para o reforço na imunização. A aplicação começa com quem tem 85 anos ou mais. As idades abaixo disso ainda não têm previsão.

As estatísticas relacionadas com o novo coronavírus estão em queda, como número de internações nos hospitais e redução em número de mortes e estão diretamente relacionadas com o avanço da vacinação e a eficácia das duas doses da vacina. As reduções resultaram, ainda, na flexibilização de regras e, há cinco semanas, o Estado não emitiu mais alertas para alterar decretos. Porém, a variante Delta, que é mais transmissível,  já tem transmissão comunitária no Estado, inclusive com casos em Santa Maria, é mais um motivo para tomar as duas doses da vacina.

Quem tem direito já deve garantir a terceira, já que estudos indicam que idosos costumam e ter a imunidade reduzida após os seis meses de imunização. Uma pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), por exemplo, analisou 75 milhões de pessoas imunizadas. Uma das conclusões foi de que ao separar os grupos de vacinados por faixa etária, os dados demonstram que há uma redução na proteção com o aumento da idade e que as duas vacinas oferecem graus de proteção diferentes com o esquema vacinal completo. Dos 80 aos 89 anos, a vacina AstraZeneca/Fiocruz teve um índice de proteção contra morte de 89,9%, enquanto a CoronaVac apresentou 67,2%. Acima dos 90 anos, esses índices ficaram em 65,4% nos vacinados com AstraZeneca/Fiocruz e 33,6% com CoronaVac.

Situação é controlada, mas existe preocupação com variante, diz diretor do Complexo Hospitalar Astrogildo de Azevedo

EM SANTA MARIA
A campanha, que começou nesta semana, já garantiu doses àqueles que vivem em lares de longa permanência. Segundo a prefeitura, foram 189 aplicações em 3 ILPIs. Nesta sexta, serão cerca de 2 mil pessoas de 85 anos ou mais que receberão esta dose, uma vez que o reforço é destinado para quem fez a D2 há seis meses.

Por enquanto, o governo do Estado sinalizou envio de doses da Pfizer para terceira dose em pessoas de 70 anos ou mais, além de pessoas imunossuprimidas. Os grupos são seguidos conforme orientação do Ministério da Saúde. A Pfizer deve ser usada na ação de hoje seguindo recomendações e, na falta da vacina oriunda dessa fabricante, os imunizantes a ser usados serão vacinas de vetor viral Janssen ou Astazeneca.

A recomendação do Ministério da Saúde é que os idosos tomem a dose reforço com intervalo de seis meses entre segunda e terceira dose. Os imunossuprimidos têm intervalo de 28 dias. 

PARA QUE SERVE? 
A dose reforço é indicada por dois fatores indicados acima, que é a queda da imunidade e o avanço da variante Delta, além da fragilidade na imunidade de grupos específicos. 

DOSE REFORÇO EM SANTA MARIA (3ª DOSE)
Nesta sexta-feira, ocorre outra ação de terceira dose para os idosos com mais de 85 anos em cinco pontos de Santa Maria.

Sexta-feira, das 8h ao meio-dia

  • Para idosos de 85 anos ou mais que receberam a 2ª dose até 11 de março
  • O que levar: documento com foto, CPF e carteirinha de vacinação

Locais para pedestres:

  • Clube Dores - 800 doses
  • Associação Comunitária Tancredo Neves (Bairro Tancredo Neves) - 250 doses
  • Clube 21 de Abril (Bairro Itararé) - 250 doses

Para pessoas em veículos:

  • UFSM, em Camobi - 600 doses

Para pessoas em veículos e para pedestres

  • UBS Wilson Paulo Noal (Rua Reinaldo Manoel Guidolin, 130, Bairro Camobi) - 250 doses


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190