saneamento

Prefeitura garante que serviço de coleta de lixo está normalizado em Santa Maria

Leitores do Diário reclamaram de 'dias de atraso'

João Pedro Lamas
Foto: Foto: João Pedro Lamas (Diário)
Na última semana, caminhão de lixo com problema nos freios quase bateu contra uma casa no Bairro Itararé

Foto: João Pedro Lamas (Diário)
Na última semana, caminhão de lixo com problema nos freios quase bateu contra uma casa no Bairro Itararé

Leitores do Diário reclamaram ao jornal que enfrentam "dias de atraso" na coleta de lixo nos bairros onde moram nas últimas duas semanas.

Um desses leitores é Paulo Simon, que reside na Avenida Paulo Lauda, a principal via do Bairro Tancredo Neves, Região Oeste da cidade.

- Já faz três dias! - disse Simon na quinta-feira de noite ao Diário - Eu liguei para a prefeitura, aí prometem que ia ser dado um jeito, mas até agora nada! - reclama.

A reportagem buscou contato com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, responsável pela fiscalização do serviço prestado pela empresa Sustentare Saneamento, terceirizada que faz a coleta do lixo em Santa Maria.

Três balneários da Região Central do Estado estão impróprios para banho

A Superintendência de Licenciamento e Controle Ambiental garante que o serviço já foi normalizado.

Segundo ela, normalmente, a coleta domiciliar começa por volta das 14h20min de segunda a sábado no turno da tarde, e das 17h até 1h20min durante a noite, conforme um cronograma (veja abaixo). Caso a equipe do turno anterior não tenha conseguido dar conta da coleta nos pontos dos quais era responsável, a equipe que entra após faz a regularização desse serviço, de forma a não haver falhas e a população ter que aguardar outro dia para ter seu lixo recolhido.

O problema enfrentado por Simon se deu por conta da quantidade de lixo que as equipes responsáveis estão tendo que recolher por conta do período de festas - Natal e Ano Novo.

Por mês, em média, são recolhidas de 6 a 7 mil toneladas por mês em Santa Maria. A quantidade deste mês ainda não foi contabilizada, mas superou - e muito - a média dos outros meses deste ano disse a prefeitura.

A coleta é feita, afirma o Executivo municipal, por 16 caminhões, cada um com uma equipe composta por motorista e de dois a três coletores. Por conta da alta demanda, os caminhões, apesar de novos, acabam falhando de tempos em tempos. Na última semana, um caminhão enfrentou problema nos freios quando estava na rua, e quase bateu contra uma casa no Bairro Itararé (foto).

VÍDEO: movimento ainda é intenso na Farmácia Municipal Central em Santa Maria

A Sustentare explica que a coleta domiciliar é "um trabalho pesado", o que demanda muito dos veículos. Além disso, os caminhões precisam "parar diversas vezes" para recolher o lixo, o que demanda também muito tempo. Ainda, os caminhões ficam completamente cheios após passar em no máximo duas ruas. Dessa forma, precisam se dirigir até o aterro sanitário, localizado no Distrito de Boca do Monte, distante do perímetro urbano. Fora isso, ainda há a espera dos caminhões por conta do tempo de desabastecimento.

Todas essas questões, diz, acabam impactando na prestação do serviço, que leva mais tempo e afeta os moradores da cidade.


COMO RECLAMAR

A prefeitura conta com dois canais para reclamações. O primeiro deles é por telefone. Basta ligar para (55) 3921-7138. O segundo é pela internet. Basta clicar aqui.

A partir das reclamações, a prefeitura busca junto à Sustentare o que aconteceu na área afetada. Confirmando que a demanda procede, um esquema de coleta é planejado para resolver o problema.

A prefeitura sinaliza, no entanto, que não é incomum que os cidadãos pequem no planejamento, deixando para "correr até a lixeira" quando ouvem o som do caminhão de lixo. O que acontece, nesses casos, é a coleta ser feita somente no próximo ciclo do cronograma.

Pesquisadora da UFN desenvolve aplicativo que conecta gestantes a profissionais da saúde

Além disso, os coletores só fazem o recolhimento do lixo devidamente embalado. Caso animais, ou catadores, tenham rasgado os sacos, os resíduos não serão coletados. Por essa razão, é importante que cada casa tenha sua própria lixeira.

SEM COLETA NA PRÓXIMA TERÇA-FEIRA

A prefeitura já sinaliza que não haverá coleta na próxima terça-feira por conta do Ano Novo. Dessa forma, a Sustentare se organizou para dar conta da demanda que ficará em atraso a partir da quarta-feira.

CUSTOS 

A prefeitura, a partir dos impostos pagos pelo contribuinte, arca com três custos para lidar com o lixo na cidade. 

  • São pagos R$ 597.540,57 para a Sustentare fazer a coleta domiciliar
  • São pagos R$ 396.665,56 para a Conesul fazer a coleta conteinerizada
  • São pagos R$ 96 por tonelada de lixo para a CRVR, responsável pela gestão do aterro sanitário


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190