EpiCovidRS

Nova rodada da pesquisa sobre coronavírus começa no sábado em Santa Maria

UFSM busca voluntários para atuarem como entrevistadores, que aplicarão questionários e 500 testes rápidos

18.297
Foto: Foto: Renan Mattos (Diário)

Começa, neste fim de semana, uma nova rodada da pesquisa sobre a incidência do coronavírus no Rio Grande do Sul. Entre os dias 27 e 29 de junho, o estudo, coordenado pela Universidade Federal de Pelotas (Ufpel) vai aplicar questionários e 500 testes rápidos em Santa Maria e outras oito cidades gaúchas. 

UFSM lança edital de Auxílio Inclusão Digital para estudantes

Diferente da primeira rodada, que aconteceu entre abril e maio de 15 em 15 dias, agora o estudo, que terá quatro etapas, terá intervalo de três semanas. Ao total, cada cidade deve fazer 4,5 mil testes, totalizando 9 mil testes rápidos desde o início da pesquisa. 

EM BUSCA DE VOLUNTÁRIOS
A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) é uma das instituições apoiadoras do estudo, que cede profissionais para aplicarem as entrevistas e os testes. Nesta nova rodada, a UFSM está em busca de voluntários, que podem ser profissionais e estudantes da área da saúde. 

Para participar como entrevistador, os voluntários precisam ter noções sobre biossegurança em procedimentos de saúde, estar fora do grupo de risco do coronavírus, dispor carro e carteira de motorista, celular ou tablet com sistema Android, conta bancária em nome próprio e, preferencialmente, registro no Programa de Integração Social (PIS). 

Quem não tiver carro ou aparelhos Android, poderão participar na modalidade apoio, para acompanhar os entrevistadores. Com exceção desses dois pontos, os requisitos para participar são os mesmos citados acima. 

As inscrições devem ser feitas até esta segunda-feira pelo formulário

Os selecionados passarão por treinamento no dia 26 de junho, às 14 horas, no Anfiteatro do Centro de Ciências da Saúde da UFSM. Todos receberão EPIs, ajuda de custo de R$ 50 por dia para combustível e R$ 10 por aplicação de questionário - a estimativa é 10 entrevistas por dia -, além de seguro para acidentes pessoais e certificado de participação.

São Sepé tem canal de acolhimento psicológico para a população

COMO FUNCIONA A PESQUISA
A pesquisa, encomendada pelo governo gaúcho e coordenada pela Universidade Federal de Pelotas, já teve quatro rodas nas cidades de Santa Maria, Pelotas, Porto Alegre, Canoas, Uruguaiana, Santa Cruz do Sul, Ijuí, Passo Fundo e Caxias do Sul. Ao total, são 4,5 mil testes rápidos aplicados por etapa. O custo R$ 1,5 milhão têm financiamento da Unimed Porto Alegre, do Instituto Cultural Floresta e do Instituto Serrapilheira, do Rio de Janeiro. São doze universidades gaúchas que apoiam a pesquisa, inclusive a UFSM.

Em cada cidade, as casas que visitadas são sorteadas aleatoriamente. Em cada domicílio, um novo sorteio decide qual morador realiza o teste rápido. Para fazer o exame, é coletada uma gota de sangue do participante. Em cerca de 15 minutos, o resultado aponta se a pessoa tem o anticorpo da doença, que ainda pode estar ativa ou não. Caso o resultado seja positivo, a equipe informa como se da o encaminhamento para os órgãos de saúde.

Todos os entrevistadores são identificados com crachás e estão com equipamentos de proteção individual: máscaras descartáveis, jalecos e sapatilhas descartáveis, luvas e óculos de proteção. Em Santa Maria, são cerca de 50 entrevistadores, todos profissionais da saúde e estudantes em fase avançada do curso de graduação.  

Em paralelo, ocorre a pesquisa nacional nos mesmos moldes, também coordenada pela Ufpel. A terceira etapa foi realizada no último fim de semana em 133 cidades do Brasil, inclusive em Santa Maria. 

Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe segue até dia 30 para grupos prioritários

PARA QUE SERVE
O principal objetivo da pesquisa é mapear os casos de Covid-19 e acompanhar a velocidade de disseminação do contágio. Além disso, o estudo também busca estimar o percentual real de pessoas infectadas no Estado e identificar o percentual da população que não manifesta sintomas da doença. 

Os resultados auxiliam o governo a definir estratégias de enfrentamento da pandemia, como a criação do modelo de distanciamento controlado. 


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190