alerta

Números da dengue crescem, e Santa Maria registra 18 casos confirmados da doença

Casos suspeitos praticamente dobraram em uma semana. Confira a lista dos bairros com casos registrados

18.355


Foto: Gabriel Haesbaert (Diário, arquivo)
Casos suspeitos e focos de mosquito são monitorados em Santa Maria

Santa Maria chegou a 18 casos confirmados de dengue nesta sexta-feira. Os números constam em boletim atualizado semanalmente pela prefeitura. Em uma semana, foram oito novos casos confirmados. O número de suspeitas quase dobrou: de 24 para 47. A prefeitura ainda monitora 10 casos suspeitos de zika. Ambas as doenças são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. Não há casos suspeitos de chikungunya.

Vacinação para pessoas com comorbidades tem alta procura e fichas esgotadas

A maioria dos casos de dengue - 13 - foram registrados em abril. Outros quatro foram confirmados em março e um em janeiro. Todos são considerados autóctones, ou seja, contraídos na própria cidade. No ano passado, a cidade enfrentou um surto da doença, com 229 casos confirmados.

BAIRROS COM CASOS CONFIRMADOS DE DENGUE

  • Carolina - 1 
  • Caturrita - 1 
  • Chácara das Flores - 1 
  • Bonfim - 2 
  • Itararé - 1 
  • Noal - 1 
  • Rosário - 4 
  • Salgado Filho - 1 
  • Divina Providência - 1 
  • Nossa Senhora de Fátima - 1 
  • Pinheiro Machado - 4 

COMO DENUNCIAR

A prefeitura disponibiliza canais de comunicação para denúncias de locais públicos com água parada.

  • Ouvidoria - Telefone 156, de segunda a sexta, das 7h30min às 13h
  • Site da ouvidoria - (clique aqui)
SINTOMAS
Os sintomas da dengue são febre alta, dores musculares, nas articulações e atrás dos olhos, dor de cabeça, manchas avermelhadas, cansaço, mal-estar e perda de apetite. Ao sentir sintomas, a orientação é procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima. De acordo com a prefeitura, Santa Maria é considerada infestada pelo mosquito Aedes aegypti desde abril de 2013. Porém, todos os casos, até o fim de fevereiro de 2020, eram importados, ou seja, adquiridos fora do Município. A situação atual se mostra diferente, pois configura a presença de casos autóctones, caracterizando circulação viral. A transmissão da dengue, do vírus Zika e da Febre Chikungunya ocorre pela picada do mosquito Aedes aegypti. Ele tem, em média, menos de 1 centímetro de tamanho, é escuro e com riscos brancos nas patas, cabeça e corpo.

PREVENÇÃO
Confira alguns cuidados para evitar a propagação do mosquito e a disseminação da dengue, zika e chikungunya:
  • Mantenha a caixa d'água sempre fechada
  • Encha de areia, até a borda, os potes e os vasos de plantas
  • Não deixe a água da chuva acumular em recipientes
  • Mantenha tampados tonéis e barris de água
  • Atenção às piscinas, especialmente as de plástico


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 

© 2021 NewCo SM - Empresa Jornalistica LTDA


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7188
(55) 3213-7190