imunização

Ministério da Saúde amplia grupos aptos para receber a vacina da gripe

Estado e municípios se reúnem nesta quarta-feira para decidir a continuidade das ações


Foto: Renan Mattos (Diário)

O Ministério da Saúde ampliou o plano de vacinação para a gripe para toda a população a partr dos seis meses de idade. Após o anúncio feito no sábado, as secretarias de saúde podem decidir qual a melhor forma de ampliar a imunização em cada município.

Por meio do comunicado, todos os grupos estão aptos a receber a vacina, não somente os prioritários, como era inicialmente. Conforme dados do Ministério, a campanha conta com mais de 80 milhões de doses de vacinas Influenza produzidas pelo Instituto Butantan e cerca de 79 milhões de brasileiros que fazem parte do público alvo, foram contemplado em três etapas. 34,2 milhões de pessoas estão imunizadas, o que representa cerca de 42% dos grupos prioritários.

NO ESTADO
Nesta quarta-feira, Secretaria Estadual de Saúde (SES) e municípios vão se reunir para decidir como será a continuidade da vacinação contra a gripe no Rio Grande do Sul. A orientação de momento da SES aos municípios é que sigam a vacinação dos grupos prioritários. 

Idosos acima de 80 anos podem agendar prova de vida em casa

A sequência da vacinação para novos públicos elegíveis será feita com aquelas doses remanescentes que não foram utilizadas pelos grupos prioritários, ou seja, não haverá entrega de novas doses na próxima fase da campanha. Ao todo, o público-alvo no estado é estimado em 5 milhões de pessoas. Dessas, cerca de 2,4 milhões já foram vacinadas.

SANTA MARIA
A Prefeitura de Santa Maria aguarda orientação da Secretaria Estadual de Saúde sobre a liberação da vacina contra a gripe para toda a população. Enquanto isso, segue a aplicação de doses nas unidades de saúde do Município para os integrantes dos grupos prioritários conforme dia e horário de cada local. Além disso, há necessidade de que seja respeitado intervalo de 14 dias entre a vacina contra a gripe e a contra a Covid-19.

Conforme o Executivo, até a última sexta-feira, 51,7 mil pessoas foram vacinadas contra a gripe, o que representa 38,6% do grupo prioritário.

PÚBLICO PRIORITÁRIO
A escolha dos grupos prioritários considera as pessoas que podem desenvolver formas mais graves da doença e a preocupação é ainda maior no inverno.

  • Pessoas acima dos 60 anos, professores,
  • Crianças de seis meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias),
  • Gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto),
  • Povos indígenas,
  • Trabalhadores da saúde,
  • Pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, com deficiência permanente,
  • Caminhoneiros,
  • Trabalhadores do transporte coletivo rodoviário, urbano e de longo curso,
  • Trabalhadores portuários,
  • Membros das forças de segurança e salvamento,
  • Forças Armadas,
  • Funcionários do sistema de privação de liberdade e população privada de liberdade.

VACINA INFLUENZA E COVID-19
Como duas campanhas de vacinação da gripe e da Covid-19 estão acontecendo ao mesmo tempo, a orientação do Ministério da Saúde é para que a vacinação contra a Covid-19 seja priorizada nos grupos prioritários.

Casa do Poeta incentiva poesia há 19 anos na cidade

Assim, a população-alvo da vacinação contra gripe e que ainda não recebeu doses contra a Covid-19, deve receber antes a vacina Covid-19 e fazer o agendamento da aplicação da vacina influenza, respeitando um intervalo mínimo de 14 dias entre elas.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190