pandemia

Fiocruz entrega mais 6,1 milhões de vacinas contra a Covid-19

Próximos lotes serão menores que capacidade produtiva da Fiocruz

18.396
Foto: Foto: Ministério da Saúde (Divulgação)


Foto: Ministério da Saúde (Divulgação)

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) está entregando nesta sexta-feira mais 6,1 milhões de doses da vacina contra a Covid-19, produzidas no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos). Desse total, 374 mil doses ficaram para imunização no estado do Rio de Janeiro e o restante foi enviado para o almoxarifado designado pelo Ministério da Saúde.

Esses novos lotes possibilitaram um aumento de 800 mil doses no quantitativo de vacinas contra a Covid-19 entregues nesta sexta-feira. A entrega prevista anteriormente era de 5,3 milhões de doses.

Vacinação no Clube Dores terá ação do VacinArte neste sábado

A Fiocruz alcança com mais essa remessa a marca de 41,1 milhões de vacinas disponibilizadas ao Programa Nacional de Imunizações (PNI), das quais 37,1 milhões de doses processadas pela instituição e 4 milhões de doses importadas da Índia.

PRÓXIMOS LOTES SERÃO MENORES
O Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos da Fundação Oswaldo Cruz (Bio-Manguinhos/Fiocruz) prevê receber nas próximas semanas quantidades da matéria-prima da vacina contra Covid-19 menores que sua capacidade produtiva. Em uma reunião da Comissão de Enfrentamento à Covid-19 da Câmara dos Deputados realizada nesta quinta-feira, o vice-presidente de Produção e Inovação da fundação, Marco Krieger, avaliou que isso causará novas "pequenas interrupções" da produção como a ocorrida nesta semana.

Atrasos na importação do ingrediente farmacêutico ativo da vacina Oxford/AstraZeneca no início do ano fizeram com que as remessas chegassem em maior número entre março e abril, permitindo uma produção mais acelerada. Segundo a Fiocruz, Bio-Manguinhos chega a fabricar 1 milhão de doses por dia.

Mesmo com a normalização do cronograma de entregas no mês de maio e a previsão do desembarque de dois carregamentos em junho e dois em julho, a quantidade de IFA que deve chegar por mês não será suficiente para manter as linhas de produção em funcionamento ininterrupto.

O impacto de uma parada na fábrica de vacinas nas entregas ao PNI se dá apenas semanas depois porque as doses produzidas passam por um processo de controle de qualidade que dura cerca de quatro semanas. Neste momento, a Fiocruz já produziu 50 milhões de doses, porém só vai atingir hoje as 36 milhões de vacinas entregues. As demais continuam em processo de checagem para garantir sua segurança e eficácia.

Segundo o cronograma, a entrega desta semana e as das próximas duas já estão garantidas pela produção realizada anteriormente. Está prevista para hoje a liberação de 5,3 milhões de doses. Na semana que vem, serão mais 4,9 milhões, e, na semana encerrada em 5 de junho, 5,1 milhões.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 

© 2021 NewCo SM - Empresa Jornalistica LTDA


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7188
(55) 3213-7190