região central

Farmácias municipais enfrentam falta de insulina para pacientes diabéticos

Repasse das doses aos municípios não é feito desde setembro por conta de defeitos em refrigeradores da 4ª Coordenadoria Regional de Saúde

18.303
Foto: Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Alguns dos pacientes diabéticos que retiram insulina NPH e insulina regular nas farmácias municipais da Região Central já se deparam com a falta do insumo. As doses são repassadas à 4ª Coordenadoria Regional de Saúde (4ªCRS) para distribuição aos 32 municípios que integram a região. No entanto, desde setembro, os municípios não receberam reposição do medicamento porque dois dos refrigeradores da 4ª CRS estragaram e, assim, não foi possível receber mais doses por falta de local adequado para armazenamento.  

A 4ª CRS informou, por meio da assessoria de comunicação da Secretara Estadual de Saúde (SES), que os municípios foram abastecidos até o mês de outubro, mas os farmacêuticos de alguns municípios já relatam falta do medicamento.

Qual a média diária de novos casos de coronavírus em Santa Maria

ALTERNATIVAS
As insulinas também podem ser retiradas gratuitamente em farmácias credenciadas no programa Farmácia Popular. Porém, muitas cidades não têm nenhum estabelecimento cadastrado ao programa.

A SES informou, ainda, que o Ministério da Saúde também fornece as canetas aplicadoras de insulina. Mas somente pacientes com diabetes tipo I e II, com idade maior ou igual a 60 anos, e menor ou igual a 16 anos, podem utilizar.

Sem aparelho de cateterismo no Husm, pacientes enfrentam longa espera por exames

SITUAÇÃO DOS MUNICÍPIOS
De acordo com a farmacêutica da farmácia municipal de Santiago, Liana Canterle, com a sinalização de que os municípios precisariam retirar doses para mais de um mês, a secretaria municipal de Saúde transferiu uma geladeira que estava na sala do gabinete do secretário para a farmácia para poder estocar mais insulina. A reserva deve durar até o fim de novembro.

- Tem vários e-mails da 4ºCRS solicitando que os municípios fossem buscar as doses, mas vários não se muniram de estoque para dois ou três meses, até porque não tinham onde guardar - explica Liana.

No outubro rosa, Hospital de Caridade de Rosário do Sul volta a fazer mamografias

É o caso de Silveira Martins. A última remessa de doses no município foi recebida no início de setembro e a estimativa é que o atual volume dure mais 15 dias, segundo a farmacêutica Suelen Paetzold Orlando. Por lá, 35 pacientes utilizam esse tipo de insulina e, apesar do município ter Farmácia Popular, o estabelecimento credenciado não trabalha com o hormônio.

A farmacêutica de Paraíso do Sul, Vanessa Giacomini Marchezan, disse que o município tem poucas unidades de insulina. Ela conta que conseguiu algumas doses com municípios da região para manter o fornecimento aos pacientes por mais 15 dias, aproximadamente. Em Paraíso do Sul, cerca de 50 usuários retiram o medicamento na farmácia municipal.

Calander Vieira Gloger, farmacêutico da farmácia municipal de Itacurubi, diz que o local já está sem nenhuma unidade de insulina. Por lá, são retirados em torno de 30 frascos por mês.

- Aqui na cidade mais da metade da população mora no interior. Para pegar na Farmácia Popular tem a data certa, tem que ser a pessoa, então tem mais restrições. Pode acontecer de ficar sem a medicação. Na farmácia pública é bem mais fácil distribuir - explica.

Boletim municipal registra 30 novos casos de coronavírus

O QUE DIZ A SES 

  • Por meio da assessoria de comunicação, a Secretaria Estadual de Saúde disse que já está em tramitação o processo de autorização do conserto de duas geladeiras que apresentaram problemas. Conforme a pasta, esta semana, a 4ª CRS recebeu uma geladeira emprestada pelo Hemocentro, que servirá de apoio provisório. A SES ressalta que o problema deve ser solucionado "o mais breve possível"
  • Sobre o fornecimento de insulinas, a secretaria afirma que foi informado aos farmacêuticos dos municípios pertencentes à 4ª CRS que poderiam fazer um pedido maior para atender o período de dificuldades no armazenamento, evitando assim um eventual desabastecimento
  • Segundo a nota, "os municípios foram abastecidos com as doses de insulina NPH no mês de setembro em sua demanda total para atendimento do mês de outubro". O comunicado informa também que foram abastecidos em duplicata os municípios que solicitaram, especialmente aqueles que não têm o programa Farmácia Popular
  • A Região recebeu cerca de 3 mil frascos de insulina NPH e 800 frascos de insulina regular. Conforme a SES, o quantitativo de canetas oscila bastante, pois ainda estão "em fase de adesão"


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190