pandemia

Em duas semanas, hospitalizações clínicas por Covid aumentam 4 vezes em Santa Maria

Taxa de ocupação atual é de 42% dos 68 leitos clínicos da cidade. Em UTIs, de 42 internados, cinco são pacientes com coronavírus

Leonardo Catto
Foto: Foto: Renan Mattos (Arquivo/Diário)

Foto: Renan Mattos (Arquivo/Diário)

A alta de casos de Covid-19 no começo de 2022 já tem reflexo nas hospitalizações em Santa Maria. A ocupação de leitos clínicos, que era 11% no primeiro dia do ano, atingiu 42% nesta quinta-feira. Os casos graves, que precisam de internação intensiva, ainda são minora. De 42 pacientes em UTIs de Santa Maria, apenas cinco tinham confirmação ou suspeita para o coronavírus.

Hospitais de Santa Maria estão com restrições para visitas a pacientes

A cidade tem, ao todo, 68 leitos clínicos para Covid. Em 1º de janeiro, eram sete pacientes internados. Nesta quinta-feira, a ocupação de 42% significa 29 pacientes. Os dados são do painel de monitoramento de internações da Secretaria Estadual da Saúde (SES).

Foto: SES (Reprodução)

O relato, tanto na rede pública quanto na privada, é de que os quadros dos pacientes têm sido mais brandos em relação a outros momentos da pandemia. Na primeira semana do ano, houve alta procura em postos de saúde. A principal demanda era por testagem. O aumento na busca por exames chegou a 470% na primeira semana do ano.

PREOCUPAÇÃO
O cenário não é exclusivo de Santa Maria. A nível nacional, a preocupação já é sobre UTIs. Isso conforme uma nota técnica da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), publicada nesta quinta-feira.

Segundo a fundação, um terço dos estados e dez capitais encontram-se nas zonas de alerta intermediário e crítico. Por outro lado, a nota diz que "menções a um possível colapso no sistema de saúde, neste momento, são incomparáveis com o que foi vivenciado em 2021". Conforme o documento, a intenção é confirmar que há outro cenário da pandemia, com vacinação avançada e número de internações menor que agosto de 2021, quando leitos começaram a ser diminuídos pela queda na demanda.

População reclama de espera em meio ao sol para receber a vacina no Bairro Lorenzi

NA REGIÃO
Em cidades vizinhas de Santa Maria, os casos de Covid também aumentam. Apenas dois municípios não registraram casos ativos no último boletim epidemiológico: Jari e Dona Francisca.

VACINAÇÃO
O atual momento tem levado os santa-marienses para as filas de vacinação. As ações aplicam dose reforço, segunda e primeira dose. A expectativa é aplicar, até o final da semana, 12 mil vacinas em Santa Maria.

PROVIDÊNCIAS
Ainda que o cenário seja diferente do final de 2021, ainda não houve intenção de governos municipal ou estadual em implementar novas restrições de prevenção ao contágio.

Conforme o sistema 3 As, utilizado pelo Estado para monitorar a pandemia, não há mais medidas que limitam atividades. Os protocolos atuais, seguidos também pela prefeitura de Santa Maria, recomendam práticas de prevenção, como uso de máscara, preferência por espaços abertos e evitar aglomerações.

Na última terça-feira, o Gabinete de Crise do Rio Grande do Sul emitiu avisos para todas as regiões Covid. O principal motivo foi a alta de registros de diagnósticos. O Aviso, porém, não obriga medidas de intervenção. A próxima etapa, que prevê ações, é o Alerta, que ainda não foi feito em 2022. 


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 

© 2021 NewCo SM - Empresa Jornalistica LTDA


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7188
(55) 3213-7190