sob investigação

Duas escolas investigam possível surto de doença diarreica aguda em Santa Maria

No começo deste mês, vigilância emitiu alerta no Estado

Depois de a vigilância em saúde do Estado emitir um alerta a partir de ocorrências de possíveis surtos de doença diarreica aguda (DDA) em pelo menos 25 municípios gaúchos, a investigação em Santa Maria, uma das cidades listadas, continua. No município, o alerta começou com a notificação de um surto de vômito e diarreia em seis crianças de uma creche do Bairro Nossa Senhora das Dores com crianças entre 1 ano e meio e 2 anos. Desses seis casos, em dois foram coletadas amostras que foram enviadas para o Lacen e ainda não confirmam se trata-se de DDA. 

Vigilância em Saúde emite alerta sobre surtos de doença diarreica aguda no RS

Neste sábado, a prefeitura confirmou que, nos últimos dias, uma segunda escola comunicou o setor de vigilância municipal com casos de diarreia em 10 pessoas, entre professores e outros trabalhadores. Porém, dos casos mais recentes, nenhuma amostra de exame foi entregue ainda. A escola ficará fechada por sete dias, período que encerra na terça-feira, em que comumente acaba o potencial ciclo de contaminação da doença. 

Em nenhum dos casos houve necessidade de hospitalização. As duas escolas que notificaram a vigilância são privadas. Nas duas instituições, equipes do setor de vigilância fizeram investigações e coleta de amostras de água. A água não apresentou alterações. A prefeitura de Santa Maria disse, ainda, que "A Vigilância em Saúde ressalta que ainda não é possível saber qual é o patógeno causador dos sintomas em todos esses casos. O setor também lembra que, nesse período do ano, com a proximidade do verão, sintomas de diarreia podem ser considerados comuns. A Prefeitura segue prestando apoio às escolas". 

RECOMENDAÇÕES PARA A POPULAÇÃO

  • Consumir água de fontes seguras (potável) tratadas, que tenham processo de desinfecção por cloro ou outra tecnologia. Caso seja desconhecida a fonte, em situações de emergência, recomenda-se fervê-la antes do consumo e antes do preparo de alimentos por, no mínimo, 5 minutos
  • A higienização das superfícies, equipamentos e utensílios utilizados no preparo e consumo de alimentos deve ser realizada com água tratada e/ou fervida
  • O gelo para consumo ou conservação de alimentos deve ser oriundo de água potável e/ou fervida
  • Higienizar as mãos de forma adequada, lavando-as com água e sabão, principalmente após a utilização de banheiro, troca de fraldas, antes de preparar e manipular alimentos e antes das refeições
  • Afastar as pessoas doentes das atividades de manipulação de alimentos e reforçar a higiene pessoal mesmo após o desaparecimento dos sintomas
  • Realizar a limpeza da caixa d'água uma vez ao ano ou sempre que necessário
  • Ambientes de creches e escolas demandam uma maior atenção, visto que são locais mais comuns para esses tipos de surtos

O que é a Doença Diarreica Aguda (DDA)?
A DDA é causada por diferentes microrganismos (bactérias, vírus, parasitas). O principal sintoma é o aumento do número de evacuações, com fezes aquosas ou de pouca consistência. A patologia pode estar acompanhada de náusea, vômito, febre e dor abdominal

Como a doença é transmitida?
A transmissão ocorre por meio do consumo de água ou alimentos contaminados. Em casos que estão associados ao norovírus, a transmissão também pode ocorrer pelo contato com pessoas doentes, a partir de secreções corporais ou superfícies contaminadas


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 

© 2021 NewCo SM - Empresa Jornalistica LTDA


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7188
(55) 3213-7190