telemedicina

Consultas por videochamada serão retomadas pela Lauduz a partir desta segunda-feira

Serviço já conta com mais de 80 voluntários e seleciona mais médicos e acadêmicos pessoas que queiram participar do atendimento remoto

18.379

Quase um ano depois de ter encerrado as consultas de telemedicina por videochamada, a Lauduz retomou os atendimentos na última sexta-feira. A intenção do projeto é, novamente, desafogar o sistema de saúde no combate à Covid-19.

Entre as novidades desta nova etapa, está a descentralização do serviço. No ano passado, a central de atendimento da Lauduz era sediada na Universidade Franciscana (UFN). Agora, todos os voluntários poderão avaliar o paciente de casa. Inclusive, isso tem facilitado a adesão de mais acadêmicos e médicos à iniciativa: conforme Wilson Zatt, idealizador e presidente da Lauduz, até a sexta, já foram 60 alunos e em torno de 20 médicos que se cadastraram para participar.

- A ideia é atendermos o máximo de pessoas que conseguirmos. Ainda queremos estender o horário para 12 horas por dia, para que as pessoas não precisem ir ou não permaneçam por muito tempo no pronto atendimento - explica Wilson.

Pazuello autoriza liberação de estoque de vacinas que foram entregues aos municípios

O serviço funciona das 8h às 22h de segunda a sexta-feira, e das 9h às 20h, nos finais de semana.

COMO FUNCIONA?
Além do acesso direto que pode ser feito em lauduz.org, os profissionais que fazem pré-triagem Covid em postos e unidades de saúde poderão recomendar às pessoas com sintomas mais leves que procurem uma consulta online na Lauduz.

Dessa forma, o paciente precisa fazer um rápido cadastro e é contatado por um acadêmico diretamente no site. Depois, a pessoa ainda é encaminhada para um médico que possa prescrever medicação, solicitar exames e/ou fornecer um atestado. Esse protocolo será aplicado em todos os atendimentos.

Mesmo após ser avaliado pelo médico, todo paciente que estiver cadastrado na plataforma será monitorado nas semanas seguintes para averiguar se houve piora ou melhora do quadro clínico.

VOLUNTÁRIOS
A plataforma pretende expandir o número de voluntários em comparação ao ano passado por conta da maior flexibilização. Com os médicos e acadêmicos atendendo de casa, há possibilidade de mais pessoas envolvidas no serviço ao mesmo tempo. Saiba como participar:

Em breve, mais novidades
A retomada dos atendimentos não é o único projeto colocado em prática pela Lauduz. Segundo a direção, nas próximas semanas poderão ser instalados terminais de telemedicina em locais estratégicos. O sistema será instalado próximo a unidades de saúde e examinará sinais vitais e condições de saúde da pessoa. Assim, um paciente conseguirá ter uma primeira triagem sem mesmo precisar acessar o site.






fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190