Diário Bem-Viver

Conheça os procedimentos certos para cada idade da sua pele

Diogo Brondani


Com o passar dos anos, o nosso corpo sofre alterações em sua estrutura resultando em um aspecto mais envelhecido, como perda da luminosidade, perda de sustentação e consequente flacidez, manchas, perda de contorno facial.
Conforme a biomédica esteta da Inanna Clínica de Biomedicina Estética, Ana Picolini, o processo do envelhecimento da pele pode ocorrer de duas maneiras.

- Pode ser cronológico (intrínseco) que ocorre ao longo dos anos por fatores internos, declínio hormonal principalmente com a chegada da menopausa, inflamação gerada pelos hábitos de vida, oxidação desencadeada pelo estresse o que gera radicais livres, ou, pode ser por fatores externos (extrínseco) ocasionado por uma alimentação desequilibrada ocasionando o processo de glicação destruindo fibras de colágeno e elastina, o fumo, exposição solar e às luzes - explica.

Segundo a biomédica, além da perda de colágeno, com o passar dos anos existe a perda de volume ósseo (desgaste) caracterizando olheiras profundas, o buraquinho ósseo do nariz (fossa piriforme) vai aumentando, a mandíbula vai diminuindo, o queixo vai perdendo volume, perda de coxins gordurosos na região de malar formando as bolsas de Bichat (o famoso "buldogue").

- É importante entender cada fase para compreender os tratamentos realizados e produtos utilizados. Para alcançar bons resultados de forma gradativa, recomenda-se ter o cuidado desde cedo, porém muitas vezes não acontece assim - recomenda a biomédica.

A seguir, veja os procedimentos indicados para cada fase:

DOS 20 AOS 30 ANOS
Nesta fase, não há sinais de envelhecimento profundo, mas algumas disfunções podem acometer, como surgimento de acne, excesso de oleosidade, poros dilatados e comedões (cravos) e algumas linhas de expressão.
É aqui que se deve investir em uma rotina de limpeza, hidratação e proteção, sendo estes muito importantes para qualquer mulher atenta aos cuidados com a pele nesta faixa etária.
Nesta fase, sugere-se protocolos exclusivos para manter a saúde da pele, como: higienização com sabonete especifico, limpeza de pele, hidratação com ativos probióticos que irão restaurar o equilíbrio cutâneo, proteção solar, toxina botulínica como prevenção e ou tratamento das primeiras linhas de expressão, preenchimento labial para realçar a beleza dos lábios, protocolos de embelezamento facial, entre outros.

DOS 30 AOS 40 ANOS
Os sinais de envelhecimento, como olheiras mais profundas, rugas ao redor dos olhos, na testa e entre as sobrancelhas, ficam mais evidentes. Há uma redução e degradação de colágeno, perda óssea e aparecimento de rugas. Nesta fase, sugere-se procedimentos como estimuladores de colágeno, como é o caso do Radiesse, que irá prevenir a flacidez e estimular a produção da proteína; a radiofrequência, o ultrassom microfocado (Ultraformer) que, através de uma necrose coagulativa, age também em melhora da sustentação muscular e estímulo de colágeno; preenchimento para compor ou dar volume; além da aplicação de toxina botulínica, peelings seriados e o uso adequado de cremes com ação renovadora, como os que contém o ácido retinoico, e antioxidantes, como os antiaging que contém vitamina C. Recomenda-se o uso de nutracêuticos Biortomoleculares (via oral), que tratam de dentro para fora. Procedimentos com luz intensa pulsada, auxiliando no clareamento das manchas, também são sugeridos.

DOS 40 AOS 50 ANOS
É em torno dos 50 anos que se inicia a menopausa. Nesta fase, é importante intensificar nos cuidados diário, pois além da perda de volume facial, as linhas de expressão tornam-se mais evidentes e há um declínio da qualidade da pele. Os procedimentos sugeridos são: volumização e sustentação facial para reduzir a perda de volume e devolver o contorno facial, realizada com produtos a base ácido hialurônico ou hidroxiapatita de cálcio (bioestimulador de colágeno); aplicação de fios de sustentação que, através da tração, irão segurar os tecidos; toxina botulínica, e peelings seriados para reduzir as manchas. Vale também reforçar a hidratação nos cuidados diários e investir em hidratantes e cremes 'antiaging' mais cremosos. Os nutracêuticos são grandes aliados nesta fase.

DOS 50 ANOS E MAIS
A mulher está em plena mudança hormonal, com perda de 10% do colágeno no primeiro ano da menopausa e, depois, cerca de 1% ao ano. O cabelo afina, a pele fica seca e a sensação que muitas têm é de que envelheceram cinco anos em um. Os principais protocolos sugeridos são: toxina botulínica, bioestimuladores, lasers e luz pulsada para atenuar os 'craquelados' que se formam, ultrassom microfocado a nível musculares, reposicionamento dos coxins de gordura a nível muscular, fios de sustentação, peelings para renovação celular (como fenol atenuado e ácido retinóico), cremes com ativos probióticos e antioxidantes, tratamentos com nutracêuticos via oral (como o Exsynutriment, que é indicado para produção de colágeno, fortalecimento do cabelo, unhas e pele).
Para a biomédica, com a realização dos tratamentos adequados e uso de produtos indicados para cada idade da pele, é possível manter a beleza em dia com saúde.

- Sempre falo que, o bonito e a harmonização perfeita, têm técnicas assertivas, contornos naturais e uma pele viçosa, luminosa, pois ninguém mais quer ter rostos inflados ou produtos em exagero. Envelhecer bem sim, sem rugas profundas, sem flacidez de pele e sem exagero de maquiagem, com a pele equilibrada e saudável - reforça Ana Picolini.




fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 

© 2021 NewCo SM - Empresa Jornalistica LTDA


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7188
(55) 3213-7190