doenças

Como diferenciar sintomas causados por Covid, H1N1 e dengue

A febre, por exemplo, acontece nos três casos, mas outros sintomas podem ajudar no reconhecimento de cada doença

18.398

Foto: Pedro Piegas (Diário)

Durante a pandemia, a Covid-19 não é a única doença que preocupa a população. Com as temperaturas mais baixas se aproximando, o alerta fica ligado para a gripe. A atenção também deve ser voltada à dengue - que, em 13 dias, teve um aumento de 25% nos números de caso em Santa Maria, indo de 20 para 51. Alguns sintomas são comuns às três doenças, mas há como diferenciá-los para saber qual é o melhor modo de agir em suspeita.

VÍDEO: dona de casa fabrica e entrega pães a recicladores no centro de Santa Maria


Conforme a médica infectologista Jane Costa, diretora clínica do Hospital de Caridade Dr. Astrogildo de Azevedo, Santa Maria deixou de ser uma região livre do Aedes aegypti, transmissor da dengue. A médica afirma que, em breve, as três doenças estão andando juntas.

- Na nossa ala Covid, fazemos muito mais diagnósticos de dengue que coronavírus. Vamos nos preocupar porque a dengue esta aí - fala.

1,9 milhão de pessoas recebem primeira parcela do auxílio emergencial neste sábado

COVID-19
A principal diferença da Covid para a gripe, como aponta o Ministério da Saúde, é a dificuldade respiratória. A Organização Mundial da Saúde (OMS) complementa, ainda, que alguns pacientes podem apresentar congestão nasal, e que a tosse é seca. Segundo a OMS, os sintomas são graduais e começam pouco intensos. Ainda de acordo com o órgão, cerca de 80% dos pacientes se recupera da doença sem precisar de tratamento especial. Uma em cada seis pessoas que recebe COVID-19 fica gravemente doente e desenvolve dificuldade em respirar.

VÍDEO: na loja de armarinhos, solidariedade e tecnologia são ferramentas pra driblar a crise

DENGUE
A primeira manifestação pode ser febre pode durar de 2 a 7 dias. Na fase febril inicial da dengue, pode ser difícil diferenciá-la. A forma grave da doença inclui dor abdominal intensa e contínua, vômitos e sangramento. A infecção por dengue pode ser assintomática, o que não quer dizer que o quadro não seja grave. 

A dengue, na maioria dos casos, tem cura espontânea depois de 10 dias. O Ministério da Saúde informa que a principal complicação é o choque hemorrágico, que é quando se perde cerca de 1 litro de sangue, o que faz com que o coração perca capacidade de bombeamento.

H1N1
Em adultos, a intensidade varia. Já em crianças, a temperatura pode atingir níveis mais altos. A principal diferença para um resfriado é a febre usualmente mais alta. Das três doenças, é a única que tem vacina disponível pelo Sistema Único de Saúde (SUS) - já que a vacina da dengue é disponibilizada apenas na rede privada e não há vacina para Covid. 


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190