imunização

Com avanço da vacinação, santa-marienses já fazem planos para depois da pandemia

Em seis meses de campanha, 20% da população santa-mariense está vacinada contra a Covid-19

Foto: Foto: Renan Mattos (Diário)

Foto: Renan Mattos (Diário)
Emily Dutra, 26 anos, e Carolina Marinho, 28, trabalham juntas e esperam ver mais suas famílias depois da pandemia

Um abraço que ficou para outra hora em março de 2020 pode estar pendente até agora. A cada dose de vacina contra a Covid-19 aplicada, a pandemia se aproxima do final. Os planos que talvez pudessem ser concretizados há um ano e meio podem, enfim, acontecer.

Porém, o período pandêmico também deu lugar a vontades até então comuns. Visitar os pais, viajar, sair com amigos e compartilhar o chimarrão se tornaram desejos mais distante da realidade.

VAI TER GOL
O futsal de quarta-feira à noite vai ser reincorporado na rotina de Hilton Manoel Trilha, 63 anos. Ferroviário aposentado, ele tomou a segunda dose contra a Covid na última semana. Além da retomada do esporte com o grupo "Boleiros nas Quartas", ele planeja voltar com gols na tradicional quadra que fica na Rua Silva Jardim.

- Faz mais de ano sem futebolzinho. Eu cuido da minha mãe de 86 anos, tenho hipercuidado com ela. Jogava de ala, mas também fazia gol - prometeu.

'OS IRMÃOS QUE VENHAM'
O engenheiro civil Antônio Carlos Fricks da Silva, 68 anos, espera que "tudo esteja normal" em outubro. O plano dele é receber os irmãos na cidade para uma festa com todos.

- A gente já combinou, os oito irmãos, vamos fazer uma festa com todos juntos. Aqui são quatro. Os outros que venham - conta em meio a um sorriso.

ATUAR NA SAÚDE
Luisa Duarte Gehrke, 29 anos, trabalha em uma empresa de produção de alimentos. Ela foi vacinada com dose única em ação para trabalhadores industriais. No Clube Dores, Luisa viu futuros colegas em atuação. Ela espera, para o final da pandemia, concluir o curso de técnica em Enfermagem.

- Dá uma agonia, porque se fica pensando "podia estar ali (ajudando)". A pandemia complicou as aulas também. Enfermagem necessita da prática - espera.

ABRAÇO NOS PAIS
Emily Dutra, 26 anos, e Carolina Marinho, 28, trabalham juntas. Também lado a lado foram se vacinar na última semana. As duas não vão dispensar a companhia uma da outra depois da pandemia, mas esperam também ver mais suas famílias.

- Uma coisa que deixei de fazer é ver minha mãe. Meu plano e vê-la mais, ficar menos distante - projeta Emily, cuja mãe mora em Balneário Camboriú, em Santa Catarina.

NO INSTA
O Diário perguntou aos seguidores do Instagram quais os planos para o "pós-pandemia". Veja algumas respostas:


Santa Maria tem, atualmente, 21% da população imunizada contra a Covid-19, entre duas doses e vacina única. O necessário para a chamada imunidade coletiva é entre 70% e 80%.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 

© 2021 NewCo SM - Empresa Jornalistica LTDA


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7188
(55) 3213-7190