influenza

Campanha de vacinação contra a gripe começa na próxima semana

O primeiro grupo a ser imunizado será de crianças, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde

18.357
Foto: Foto: Gabriel Haesbaert (Arquivo Diário)


Foto: Gabriel Haesbaert (Arquivo Diário)

Começa, na próxima semana, a Campanha Nacional de Imunização contra a Gripe. O primeiro grupo a ser imunizado deverá ser de crianças (seis meses a seis anos), gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde (veja abaixo). De acordo com o secretário de Saúde de Santa Maria, Guilherme Ribas, devem ser divulgadas durante o final de semana orientações sobre locais e horários de vacinação do público-alvo.

Vacina da gripe já começou a chegar na rede privada, mas ainda em poucas doses

Neste primeiro momento, conforme o secretário, chegaram cerca de 8 mil doses da vacina contra a Influenza. A remessa do imunizante chegou na noite de quinta-feira, junto do lote das vacinas contra a Covid-19. Também na quinta, ocorreu uma reunião entre a prefeitura e as unidades de saúde.

- Os profissionais de saúde serão vacinados em seus locais trabalho, o que facilita a logística. Já para crianças, gestantes e puérperas falta uma confirmação oficial, mas a vacina deverá estar disponível nas salas de vacinação das unidades de saúde - adianta Ribas. 

INTERVALO DE 14 DIAS ENTRE AS VACINAS
As recomendações divulgadas por órgãos de saúde são de que mesmo quem já tomou a vacina contra a Covid-19 deve se imunizar contra a gripe. O Ministério da Saúde recomenda, no entanto, um intervalo mínimo de 14 dias entre as aplicações, independente da ordem de qual vacina por feita primeiro. Trata-se de recomendação dos fabricantes das doses.

Militar da reserva leva música a idosos que vão se vacinar no Bairro Tancredo Neves

No caso da vacina da Covid-19 de Oxford, que tem um intervalo de 12 semanas entre as duas doses, é possível fazer a vacina da Influenza em um período entre essas duas doses (respeitando 14 dias antes e depois). Já na CoronaVac, que tem um intervalo apenas de 28 dias entre as duas aplicações, a recomendação é que a pessoa priorize as duas doses da Covid-19 e, apenas duas semanas depois, procure a vacina da gripe.

Gestantes e crianças não estão entre o público que pode receber as vacinas contra o coronavírus, uma vez que os estudos e testes de eficácia recém iniciaram para esses grupos. Já na campanha de imunização contra a Influenza, essas pessoas estarão entre os primeiros a serem vacinados. Já indígenas e profissionais da saúde estiveram entre os primeiros a recebem a vacina da Covid-19, ainda em janeiro. Por isso, nesta primeira etapa, não deve haver conflito com o público-alvo das duas campanhas.

3 ETAPAS DE VACINAÇÃO
A campanha nacional de imunização contra a gripe será distribuída em três etapas, de forma escalonada:

  • 1ª etapa - de 12 de abril a 10 de maio: crianças, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde 
  • 2ª etapa - de 11 de maio a 8 de junho: idosos e professores 
  • 3ª etapa - de 9 de junho a 9 de julho: demais grupos prioritários, como pessoas com doenças crônicas, caminhoneiros, forças de segurança e pessoas privadas de liberdade


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190