na ufsm

Abertas as inscrições para quem quiser ser voluntário em teste de vacina da Covid-19

Até novembro, mil voluntários de Santa Maria serão vacinados entre trabalhadores que atuam em áreas de alta exposição. Veja como se inscrever

18.398

Os testes da vacina de desenvolvida pela Universidade de Oxford, da Inglaterra, começaram em 28 de setembro na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). O imunizante é produzido em parceria com a empresa biofarmacêutica AstraZeneca e aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Até o momento, dos mil profissionais que devem receber a dose, 50 já foram vacinados no Hospital Universitário de Santa Maria (Husm).

VÍDEO: com limitações, hotéis da cidade começam a retomar o movimento

Os interessados devem fazer contato pelo telefone (55) 99163-6454. Depois de demonstrar interesse, o voluntário deve aguardar por uma mensagem de WhatsApp para marcar a primeira consulta presencial com a equipe de estudos. 

QUEM PODE SER VOLUNTÁRIO 

  • Maiores de 18 anos
  • É preciso ter alta exposição à Covid-19
  • Podem ser trabalhadores do comércio, segurança e transporte público 
  • Profissionais de saúde também podem se inscrever 

Santa Maria chega a 76 mortes relacionadas à Covid-19

QUEM NÃO PODE SER VOLUNTÁRIO

  • Mulheres grávidas ou que planejam engravidar
  • Pessoas alérgicas a paracetamol
  • Histórico de Covid-19 confirmado em teste laboratorial
  • Pacientes em tratamento contra o câncer
  • Qualquer histórico de angioedema

O voluntário, então, será monitorado por um ano e deve comparecer a pelo menos seis consultas. A primeira dura cerca de 3h. Neste dia, o participante vai assinar o termo de consentimento, além de fazer uma entrevista clínica, coleta de sangue e verificar sinais vitais. Somente após essas etapas, o voluntário recebe a primeira dose. Depois da aplicação, há um período de observação de 15 minutos.

Cinco leitos de UTI são habilitados para pacientes com Covid-19 em Santa Maria

A segunda dose da vacina é aplicada em até 30 dias após a primeira. Caso o participante apresente sintomas respiratórios no período de um ano, ele será encaminhado para avaliação.

Por isso, a quantidade de consultas pode variar. Se o voluntário apresentar febre, tosse seca, dificuldade respiratória, terá que retornar ao hospital para fazer o teste de Covid-19. 

A participação é gratuita e voluntária. Entretanto, nem todos que demonstrarem interesse serão selecionados. Conforme o chefe da Unidade de Pesquisa Clínica (UPC) do Husm, Alexandre Vargas Schwarzbold, entre os voluntários que participam do estudo, metade recebe a vacina, e a outra metade recebe uma vacina para meningite. Voluntários e médicos não sabem quem recebeu qual imunizante, e o sorteio é feito pelo comportador.

COMO SE INSCREVER
Envie um WhatsApp para o número (55)99163-6454 e identifique-se. Os selecionados receberão contato pelo WhatsApp para marcar a primeira consulta clínica

ORÇAMENTO 
O acordo assinado entre a UFSM e a  Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), que coordena o estudo no Brasil, não estabelece diretamente o repasse dos recursos, mas antecede contratos com repercussão financeira. Entre a SPDM e a UFSM, não há repasses. 

O documento define, ainda, o centro de pesquisa - a UFSM, no caso - pode captar fundos para a pesquisa. Os contratos, contudo, são revisados pelo centro coordenador.

Parte da verba para qualificar o Husm como centro de pesquisa apto a realizar estudos clínicos de larga escala com vacinas será financiado pela Fundação Bill e Melinda Gates. Para isso, a UFSM também assinou um acordo de subsídio com o Instituto D´Or de Pesquisa e Ensino (IDOR), do Rio de Janeiro, que ficará responsável por repassar o valor ao centro de pesquisa. O aporte é de U$ 50 mil, cerca de R$ 265 mil. Esse acordo era necessário para a concretização da assinatura do Termo de Cooperação Técnica com o Hospital de São Paulo, coordenador geral da pesquisa clínica da vacina de Oxford.

OS TESTES 
No Brasil, os testes eram feitos nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador. Depois de voluntários apresentarem reações adversas, os testes foram suspensos. Quando as testagens foram retomadas, com autorização da Anvisa, a AstraZeneca dobrou o número de voluntários de 5 mil para 10 mil. Além das três cidades iniciais, Santa Maria, Porto Alegre e Natal, no Rio Grande do Norte, foram inclusas nos municípios que recebem os testes.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 

© 2021 NewCo SM - Empresa Jornalistica LTDA


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7188
(55) 3213-7190