covid-19

82% dos municípios da Região Central não registram óbitos no mês de setembro

Foram apenas 11 mortes contabilizadas, até agora, em sete cidades

18.357
Foto: Foto: Renan Mattos (Diário)

Foto: Renan Mattos (Diário)

A região central do Rio Grande do Sul chega, em setembro, ao menor patamar de óbitos por Covid-19 desde os primeiros meses da pandemia no ano passado. Apenas 11 mortes foram contabilizadas até agora neste mês. Sete dos 39 municípios que integram a região de cobertura do Diário registraram óbitos. Isso significa que 82% das cidades não tiveram nenhuma morte por coronavírus no período do mês de setembro.

Ministério da Saúde acaba com intervalo para vacinação contra Covid-19 e gripe

Santa Maria, o município mais populoso da região, teve, até agora, somente uma morte. O total, desde o início da pandemia, é de 823 na cidade. No pico da doença, em abril, foram 156 registros em um único mês. A queda significativa de óbitos é atribuída principalmente ao avanço da vacinação. O desempenho dos imunizantes é potencializado também pelo avanço mais suave da Delta em comparação a outros países.

Além de Santa Maria, houve registro de mortes, em setembro, nos municípios de Cruz Alta, Nova Palma, Rosário do Sul, Santiago, São Sepé e Silveira Martins. 

ROSÁRIO DO SUL 
As cidades com mais registros de óbitos no mês são Santiago e Rosário do Sul, com três em cada. Em Rosário do Sul, as vítimas foram idosos que, apesar de estarem vacinados, possuíam outras comorbidades, que agravaram o estado de saúde. De acordo com o enfermeiro Jair Oliveira Rocha, assessor administrativo da Secretaria de Saúde, Rosário do Sul chegou a ficar dois meses sem nenhuma morte, mas voltou a registrar em setembro: 

- Os índices continuam baixos, estabilizados. As internações diminuíram muito. Tínhamos conseguido zerar os óbitos, mas voltamos a registrar recentemente. Continuamos testando e monitorando.

SANTIAGO
Em Santiago, os índices reduziram mas, nesta semana, o número de casos confirmados e de casos suspeitos voltou a crescer, explica o secretário de Saúde, Éldrio Machado. Na última segunda-feira, 77 pessoas procuraram o Centro de Triagem Covid-19 (CTC) em Santiago que, atualmente, tem sete pacientes internados, sendo três em leitos intensivos. 

Desde o início da pandemia, o total de mortes contabilizadas na Região Central é de 2.235. 

Há 21 dias sem luz, Escola Sérgio Lopes segue sem data para conserto

NENHUMA MORTE
A grande maioria dos municípios que zerou as mortes em setembro, até agora, é formada por localidades de pequeno porte. Mas, há também cidades como São Gabriel, de 62 mil habitantes, que não registrou nenhum óbito em setembro. Desde o início da pandemia, foram contabilizadas 277 mortes entre moradores do município. Há 15 dias, o único hospital da cidade, a Santa Casa de Misericórdia, chegou a zerar até mesmo as internações por Covid-19, tanto em Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) quanto em leitos clínicos. Atualmente, há três hospitalizações, mas nenhum dos pacientes precisou ir para UTI.

- São números positivos, que refletem o avanço da vacinação. A tendência é que os índices continuem baixos. Vivemos períodos de muita incerteza. Mas, agora já conseguimos superar - destaca a secretária de Saúde, Kátia Raposo. 

ESTABILIZAÇÃO
O boletim do InfoGripe, divulgado semanalmente pela Fiocruz, coloca a macrorregião de Santa Maria com probabilidade de estabilização dos indicadores da pandemia nas próximas semanas. O levantamento é feito com base nos casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG). Parte da incidência da doença ocorre em razão da contaminação por coronavírus.

O InfoGripe faz análise de curto prazo (três semanas) e longo prazo (seis semanas). Nos dois casos, a macrorregião Centro-Oeste, da qual Santa Maria faz parte, mantém tendência de estabilização. Ou seja, os índices não devem ter aumento nem queda. Os dados analisados pela Fiocruz são casos graves e mortes com sintomas de SRAG.

CIDADES COM ÓBITOS EM SETEMBRO
Sete municípios tiveram registro de mortes no mês.Veja o total de óbitos nestas cidades desde o início da pandemia e a quantidade de óbitos em setembro:

Cruz Alta

  • Total de 217 óbitos, 1 em setembro

Nova Palma

  • Total de 13 óbitos, 1 em setembro

Rosário do Sul

  • Total de 108 óbitos, 3 em setembro

Santa Maria

  • Total de 823 óbitos, 1 em setembro

São Sepé

  • Total de 62 óbitos, 1 em setembro

Silveira Martins

  • Total de 10 óbitos, 1 em setembro

Santiago

  • Total de 164 óbitos, 3 em setembro

CIDADES SEM ÓBITOS EM SETEMBRO
33 municípios não tiveram registro de mortes, até agora, no mês.Veja o total de óbitos nestas cidades desde o início da pandemia:

  • Agudo - 29 óbitos
  • Caçapava do Sul - 97 óbitos
  • Cacequi - 9 óbitos
  • Dilermando de Aguiar - 5 óbitos
  • Dona Francisca - 4 óbitos
  • Faxinal do Soturno - 8 óbitos
  • Formigueiro - 15 óbitos
  • Itaara - 17 óbitos
  • Itacurubi - 6 óbitos
  • Ivorá - 1 óbito
  • Jaguari - 34 óbitos
  • Jari - 2 óbitos
  • Júlio de Castilhos - 42 óbitos
  • Lavras do Sul - 12 óbitos
  • Mata - 14 óbitos
  • Nova Esperança do Sul - 10 óbitos
  • Paraíso do Sul - 16 óbitos
  • Pinhal Grande - 5 óbitos
  • Quevedos - 1 óbito
  • Restinga Sêca - 37 óbitos
  • Santa Margarida do Sul - 6 óbitos
  • Santana da Boa Vista - 11 óbitos
  • Santiago - 161 óbitos
  • São Francisco de Assis - 39 óbitos
  • São Gabriel - 277 óbitos
  • São João do Polêsine - 6 óbitos
  • São Martinho da Serra - 6 óbitos
  • São Pedro do Sul - 33 óbitos
  • São Vicente do Sul - 23 óbitos
  • Vila Nova do Sul - 11 óbitos
  • Toropi - 12 óbitos
  • Tupanciretã - 49 óbitos
  • Unistalda - 4 óbitos


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 

© 2021 NewCo SM - Empresa Jornalistica LTDA


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7188
(55) 3213-7190