esa

Políticos gaúchos ligam o alerta para garantir a Escola de Sargentos das Armas em Santa Maria

Decisão da nova sede da ESA pode passar pelo conhecimento do presidente Jair Bolsonaro

Maurício Araujo

Em outubro, a expectativa é que o Exército Brasileiro (EB) anuncie qual cidade vai receber a nova Escola de Sargentos das Armas (ESA): Santa Maria, Ponta Grossa (PR) ou Recife (PE). A poucas semanas da possibilidade do resultado, lideranças políticas do Rio Grande do Sul se mobilizam para atrair o complexo militar que, somente na construção, deve aportar investimento de R$ 1,2 bilhão em alguma das cidades. A movimentação maior se dá porque, na segunda-feira, em reunião com o deputado estadual Beto Fantinel (MDB), o ministro da Defesa, general Walter Souza Braga Netto, afirmou que a escolha passará pelo conhecimento do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), o que pode pesar na escolha do município contemplado.

Estado garante que vai continuar vacinação para adolescentes

Até então, a afirmação inicial do próprio EB era de que a decisão seria técnica, ou seja, a cidade mais bem preparada receberia o complexo militar. No entanto, a declaração do ministro confirmou o que nos bastidores já se especulava: o presidente deve ser o fiel da balança. A corrida dos políticos gaúchos, agora, é intensificar a articulação junto ao governo federal e mostrar o que os próprios generais do Exército tem afirmado abertamente, de que Santa Maria é a escolha mais acertada para receber a ESA.

Na tarde de ontem, a Rádio CDN ouviu diversas lideranças da cidade e do Estado. Todos reforçaram o entendimento de que o município gaúcho é o que mais está pronto e se comprometeram a seguir trabalhando em prol de Santa Maria.

PONTA GROSSA

Conforme noticiou o Jornal Diário dos Campos, do Paraná, o presidente Bolsonaro cumprirá agenda na sexta-feira e no sábado em Ponta Grossa, Castro e Piraí do Sul. A solenidade será restrita a autoridades e convidados da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (Acipg), destacou o jornal. Segundo o jornal paranaense, a ida de Bolsonaro às cidades foi viabilizada pela deputada federal Aline Sleutjes (PSL), com o apoio da prefeitura de Ponta Grossa.

Abertas inscrições para estágio na prefeitura de Santa Maria

O jornal, no entanto, não cita nenhuma agenda relacionada à Escola de Sargentos das Armas.

* Colaborou Nathália Arantes

O QUE DIZEM AS LIDERANÇAS GAÚCHAS

  • Tecnicamente, Santa Maria está pronta para receber a ESA, não tenho dúvidas disso. Foi feita uma construção coletiva junto com a Câmara de Vereadores, a própria Assembleia Legislativa. Fico extremamente tranquilo, porque mais que o dever de casa, mostramos que Santa Maria também tem problemas, mas nós buscamos a solução. Todos os requisitos que nos pediram, nós fizemos. Temos apoio dos senadores, deputados e agentes políticos que também estão empenhados. A escola não é do prefeito ou do governador, é do Exército.
    Prefeito Jorge Pozzobom (PSDB)
  • A assembleia Legislativa está mobilizada, o presidente da Casa, Gabriel Souza, foi acionado no início de ano, e promoveu uma reunião sobre isso. Produzimos um ofício encaminhado diretamente para o presidente da República. Santa Maria e o Estado estão unidos para a vinda da ESA, acho que nunca estivemos tão unidos em todos os setores, politicamente, economicamente, meios de comunicação. Acredito que há uma mobilização social extremamente positiva. Se o Paraná tem o Ratinho, então nós temos um dos grandes defensores do Bolsonaro que é o Luis Carlos Heinze, que tem relações muito fortes com Santa Maria. Eu espero que a decisão não seja por essa ótica. Espero que a decisão seja absolutamente técnica porque no serviço público quando se decide qualquer ação, ela tem que ser pela técnica, pela eficiência, pela oportunidade e pela estrutura apresentada. Eu creio que estamos bem encaminhados, não será por falta de vontade, determinação, organização e mobilização que Santa Maria perderá essa oportunidade.
    Deputado estadual Valdeci Oliveira (PT)
  • Fiquei muito preocupado com essa reunião, pois senti que tem uma mobilização política de outros Estados, inclusive com a presença do governador do Paraná em Brasília, assim como a mobilização do líder do governo, senador Fernando Bezerra, de Pernambuco. O ministro Braga Netto disse que essa decisão vai ser levada ao conhecimento e dialogada com o presidente. Isso mostra que precisamos de uma mobilização política para que possamos garantir a ESA em santa Maria. O deputado federal Osmar Terra já entrou em contato e vai estar com comandante do Exército para tratar da situação. Também já conversei com o ministro Onyx Lorenzoni. Essa mobilização é importante para reforçar o trabalho. Tecnicamente, Santa Maria tem condições de receber este empreendimento. O que precisamos agora é mobilizar o Estado. Esse é o alerta que fiz as lideranças.
    Deputado estadual Beto Fantinel (MDB)
  • Recebo com preocupação esta constatação do deputado Beto Fantinel. Já havia conversado com outras pessoas e o nosso receio era de que a interferência política poderia tomar o protagonismo e, infelizmente, estamos nessa situação. O que ouvíamos era que a questão técnica seria mais importante e assim esperamos que seja. É uma decisão de longo prazo e que vai impactar em décadas o Exército. É possível, sim, que se a interferência ocorrer, sairemos um pouco prejudicados. O governo estadual não é alinhado com Bolsonaro, e uma das concorrentes é (Paraná). Estamos apreensivos aguardando a decisão. Na questão técnica, estamos anos-luz à frente das demais, mas também temos que estar na política.
    Deputado estadual Giuseppe Riesgo (Novo)
  • Eu acho que nossa comunidade, Santa Maria está de parabéns, independente de questões partidárias, o que nós estamos assistindo é uma grande mobilização. Não há nenhum item, nenhuma questão colocada como exigência que Santa Maria não tenha respondido de forma satisfatória. Não tenho sombra de dúvida que essa decisão será do presidente da República. O presidente faz questão de a todo momento repetir que nenhuma decisão importante do governo, principalmente aos termos ligados à defesa e às forças armadas, é tomada sem a sua aquiescência. Como são três cidades importantes e fizeram esforços para responder de forma positiva as exigências que foram colocadas, daria para dizer que do ponto de vista técnico o que existe é um empate. A decisão final terá um componente político. O presidente da república que vai, na minha opinião, desempatar.
    Deputado federal Paulo Pimenta (PT)
  • Eu vou usar o que eu puder das minhas redes de relação com o governo para ajudar Santa Maria. É meu Estado, é uma cidade que eu tenho uma relação forte. Tenho certeza que Santa Maria se destaca pela estrutura militar que tem. Assim que o presidente voltar de Nova Iorque terei uma conversa com ele. Não posso garantir, isso é um conjunto de fatores que pesa muito mais as questões técnicas. Mas aí é uma questão de ver as facilidades que os outros lugares estão oferecendo, as relações que podem surgir com uma capital estadual pleiteando, uma cidade que tem uma relação melhor com o presidente? Infelizmente nosso governo estadual não está ajudando muito. Muito crítico ao governo federal, acho que não saiu nenhum pedido especial quanto a isso também? não é fácil também suprir algumas coisas. Certamente o governador do Paraná está muito empenhado nisso, não estou vendo esse empenho por parte do governador do Estado (Eduardo Leite). Mas pode ser que isso não seja um fator relevante, mas o empenho do governador tem grande peso. Dos três Estados, o que está mais envolvido é o Paraná.
    Deputado federal Osmar Terra (MDB)
  • Não creio (que tenha interferência), porque é da intenção do presidente Bolsonaro o investimento e o desenvolvimento da educação através das escolas militares no RS. Sabemos da importância de um projeto deste para a região, e nós acreditamos que tudo está se encaminhando para trazer para Santa Maria essa oportunidade, principalmente para os jovens. O governo defende a liberdade do país, não acredito que a questão eleitoral vai interferir.
    Deputado Marcelo Brum (PSL)


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 

© 2021 NewCo SM - Empresa Jornalistica LTDA


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7188
(55) 3213-7190