2022

Orçamento da prefeitura de Santa Maria é expressivo. Mas, ainda assim, limitado

Para o próximo ano, a ideia é que a receita do município seja de R$ 972,5 milhões e recurso ajude a melhorar serviços

Marcelo Martins

À frente da Secretaria de Finanças de Santa Maria, Michele Antonello (foto), falou ao Bom Dia, Cidade sobre o projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA), que, basicamente, estima as receitas e fixa as despesas. Conforme a titular da pasta, que é servidora concursada do município, o orçamento projetado para 2022 é de R$ 972,5 milhões - um dos maiores da história de Santa Maria.

Bloco cirúrgico e leitos clínicos do Hospital Regional serão abertos na quarta-feira

Mas o fato é que, para além dos números, o valor tem que ser observado à luz da responsabilidade fiscal e, principalmente, no compromisso de manter o que o Executivo gaúcho, ao longo de mais de cinco anos, quebrou: a confiança dos servidores com o poder público. Ao longo dos quatro anos da gestão de José Ivo Sartori (MDB) e do começo da gestão de Eduardo Leite (PSDB), o Piratini deixou de pagar os salários do funcionalismo. O fez, sim, mas de forma vexatória, e com depósitos a conta-gotas. Se comparado com 2021, o orçamento projetado para o ano seguinte contabiliza um crescimento da ordem de quase 14%.

PEÇA FIDEDIGNA

Michele Antonello destacou que a peça orçamentária é "bem razoável" e feita "com bastante serenidade". Sem exagero, a declaração da dona do cofre é reflexo do que tem sido o trabalho dela na condução da pasta. Alçada à titularidade da pasta, ainda durante a reforma administrativa do prefeito Pozzobom no começo deste segundo mandato, Michelle passou a comandar a secretaria. Antes, contudo, ela já estava inteirada e ambientada ao mundo orçamentário da prefeitura de Santa Maria. Tanto é que, ela, por exemplo, foi adjunta da pasta.

A relação dela com as Finanças remonta ainda a gestão da ex-secretária Ana Beatriz Barros, com quem Michelle atuou diretamente no controle do caixa do município, na administração do então prefeito Cezar Schirmer (MDB).

Estão abertas as inscrições para utilização dos espaços expositivos do município

A escola de Michelle segue o receituário de rigor fiscal, observância dos contextos nacional e estadual e, principalmente, compromisso com a regra mais básica de qualquer gestor minimamente sério e comprometido, que é o de manter em dia salários e prestadores de serviços. A peça orçamentária, de forma resumida, é fidedigna.

Santa Maria tem se mantido com uma saúde financeira em dia. Mesmo que os tempos sejam de extrema retração, equilíbrio fiscal e compromisso com o dinheiro do contribuinte aliado ao considerável crescimento de impostos próprios e também de aumento das receitas transferidas ao município são a combinação que fazem com que Santa Maria possa ter, para 2022, um orçamento próximo da casa do bilhão.

ALIÁS...

Pode-se pensar que os R$ 972,5 milhões sejam a salvação da lavoura. Bem pelo contrário. Até porque o município tem empréstimos a pagar, e, um outro, já encaminhado que precisará ser pago. As maiores fatias são voltadas às áreas da educação, saúde e infraestrutura.

A quem possa imaginar que o valor é para sair criando despesas novas ou assumir compromissos, a prefeitura tem um estudo que mostra que, em média, a cada R$ 100 arrecadados, em Santa Maria, praticamente R$ 70 são para pagamentos e despesas que envolvam os servidores do município.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 

© 2021 NewCo SM - Empresa Jornalistica LTDA


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7188
(55) 3213-7190