uso de máscaras

Em Santa Maria, Mourão sai em defesa de Bolsonaro

Vice-presidente também falou que não sabe se Bolsonaro vai querer ele ao seu lado para disputar a reeleição. O mais provável é que concorra ao Senado

Maurício Araujo

Em Santa Maria para participar da Festa Nacional de Artilharia, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), saiu em defesa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que, no último sábado, participou de uma "motociata" em São Paulo, sem usar máscara e provocando aglomerações.

Além de falar contra as medidas, Bolsonaro foi multado pelo governo de João Doria (PSDB) por desrespeitar as normas:

Regimento Mallet homenageia patrono da Artilharia brasileira

- Isso foi levado para o campo político, lamentavelmente. Então, quando o nosso presidente recebe apoio de parcela expressiva da sociedade paulista, o governador do Estado e opositor político cria fatos desta natureza, que não contribuem em nada do que estamos fazendo no país - disse Mourão.

As regras valem para todos, até para o presidente, que, conforme especialistas, não é um bom exemplo no cumprimento de protocolos. Em nota, o governo de São Paulo cita a necessidade de manter as medidas preconizadas pelas autoridades sanitárias internacionais.

Sobre a declaração de Bolsonaro, na semana passada, de que pediria ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, estudo para desobrigar o uso de máscaras, Mourão diz ser um tema polêmico e reconheceu, em parte, a importância do utensílio:

Novo telejornal do Diário estreia nesta segunda-feira

- Em países em que a vacinação já avançou, está liberado o não uso de máscaras. Ela deve ser usada em ambiente fechado, mas não é necessária ao sair correndo pela rua. Tem que ter bom senso. Todas as vezes que estiver em ambiente fechado, tem que usar máscara, para se proteger, enquanto não estivermos 100% vacinados.

O Brasil tem pouco mais de 11% da população vacinada com a segunda dose.

FUTURO POLÍTICO

Hamilton Mourão está à espera do presidente Bolsonaro para definir seu futuro político. O vice-presidente afirma que não sabe se Bolsonaro vai querer repetir a dobradinha nas eleições do próximo ano. O mais provável é que Mourão concorra ao Senado:

- Aguardo a decisão dele, sabemos que ele vai concorrer à reeleição, mas aí se ele vai querer que eu continue ao lado dele ou não... Tenho algumas opções. Posso concorrer ao Senado, e, se tiver que concorrer, será pelo Rio Grande do Sul.

RECEPÇÃO

Foto: Romério Cunha (Vice-presidência/divulgação)

O prefeito Jorge Pozzobom (PSDB) recepcionou o vice-presidente, na sexta-feira, na Ala 4 (Base Aérea). Além de falar sobre a possível vinda da Escola de Sargentos das Armas (ESA), o tucano presenteou Mourão com um cavalinho do Flamengo (foto acima), time do vice-presidente.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 

© 2021 NewCo SM - Empresa Jornalistica LTDA


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7188
(55) 3213-7190