legislativo municipal

Educadora Maria Rita Py Dutra toma posse na Câmara

7ª mais votada no pleito de 2020, ela assume o posto durante mês de maio

Maurício Araujo

Fotos: Pedro Piegas
Na tarde de hoje, Maria Rita assinou o livro, a exemplo dos demais vereadores, e já participou da primeira sessão plenária como parlamentar

A Câmara de Vereadores de Santa Maria conta, oficialmente, com uma nova parlamentar. Na tarde de hoje, durante a sessão ordinária, foi empossada a vereadora Maria Rita Py Dutra (PCdoB), 73 anos. Ao licencia-se por 30 dias, o vereador Werner Rempel, do mesmo partido, abriu uma vaga do Legislativo. O entendimento da sigla é dar oportunidade para que Maria Rita possa exercer suas pautas na Casa, já que foi a sétima vereadora mais votada, mas não conseguiu vaga porque o partido teve votos suficientes para eleger apenas um parlamentar.

Candidato a prefeito nas últimas eleições, Evandro Behr é, agora, do PP

Na Câmara, a vereadora foi recebida com admiração e carinho pelos demais parlamentares, que a aplaudiram em pé por sua posse. No seu primeiro dia como vereadora, além de fazer o juramento, reafirmou compromissos com a comunidade e com demandas voltadas, principalmente, à inclusão social. Na mesa que ocupa no plenário do Legislativo, uma bandeira do Movimento Negro Unificado (MNU) foi estendida, indicando uma das lutas da vereadora.

Ligações com tons ameaçadores a vereadores são levadas à Polícia Civil

Ao tomar posse e integrar o bloco formado por PT/PCdoB, Maria Rita também se torna a vice-líder do bloco. Ainda hoje, a parlamentar participou, no final da manhã, do programa Direto da Redação (confira abaixo), na TV Diário. Na oportunidade, demonstrou o entusiasmo e a responsabilidade com os quais assume o cargo:

- Este é o momento de renovar a Câmara por meio do início de diálogos com os diferentes segmentos da comunidade, como os conselhos, uniões e associações.

INCLUSÃO

Dentre os diálogos propostos pela vereadora, a inclusão social regerá as pautas. Ela destaca o apoio recebido, ainda na candidatura do ano passado, pelo MNU:

- Nesse curto espaço de tempo, pretendo trazer uma alfabetização étinico-racial aos vereadores. A questão do racismo não tem partido político, pode ser trabalhada em qualquer bandeira, como tenho feito em diversos espaços, como missão.

A notícia que todo o Legislativo esperava

O primeiro tema diz respeito às cotas raciais em concursos públicos. A outra proposta apresentada é a criação de uma coordenadoria de política étnico-racial do município.

- Embora este momento não seja de grandes projetos, além de não podermos gerar ônus à prefeitura, nos elegemos sonhando. Este é o chamado "Inédito Viável" de Paulo Freire - explica a pós-doutoranda em Educação pela UFSM.

Ela pretende tratar do assunto, também, com a secretária de Educação do município, Lúcia Madruga. Maria Rita quer contemplar, também, as comunidades de surdos e cegos e, inclusive, pessoas em vulnerabilidade social.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190