ajuda financeira

Auxílio emergencial pode ser estendido pelo governo federal

Afirmação foi feita pelo ministro da Economia, Paulo Guedes

O governo federal "possivelmente" vai prorrogar o Auxílio Emergencial por dois ou três meses. É o que afirmou, nesta terça-feira, o ministro da Economia, Paulo Guedes. Em evento virtual da Frente Parlamentar do Setor de Serviços, Guedes disse que o auxílio poderá ser estendido, durante estes meses, até que a população adulta do país esteja vacinada. Logo depois, afirmou o ministro, será lançado o novo Bolsa Família.

Procurador geral do município depõe na CPI da Covid-19

- Possivelmente nós vamos estender o Auxílio Emergencial, mais dois ou três meses, porque a pandemia está aí. Os governadores estão dizendo que, em dois ou três meses, a população adulta brasileira estará vacinada. Logo depois, então, entra o novo Bolsa Família, já reforçado.

Honorários de procuradores não trazem impacto financeiro ao Estado, afirma associação

Dessa forma, caso se concretize, o pagamento - previsto para terminar em julho - pode ser ampliado até outubro.

O Auxílio Emergencial tem valores variados. Para famílias com uma única pessoa é destinado R$ 150; para as famílias com mais de uma pessoa, o valor é de R$ 250; já para mães que são as provedoras do lar, o auxílio alcança o valor de R$ 375.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190