CDN AO VIVO

Autoridades locais repercutem decisão sobre a ESA

O presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) anunciou na noite desta quinta-feira que a Escola de Sargentos das Armas irá para Recife

Foto: Foto: Pedro Piegas (arquivo/Diário)

Após o comunicado do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) que o Alto Comando do Exército decidiu, por critério técnicos, que a futura Escola de Formação de Sargentos (ESA) será em Recife (PE), autoridades locais repercutiram a decisão. Em entrevista, o General de Divisão da reserva do Exército Brasileiro, Joarez Alves Pereira Junior, que realizou as visitas técnicas às três cidades finalistas que competiam pela ESA afirmou não saber o motivo da escolha:

- Eu fiz todo o estudo. Apresentei tudo das três localidades que estavam na disputa. Todos os aspectos, os pontos mais fortes e algumas vulnerabilidades de cada local, mas todos eles lógico que tinham condições de receber a nova escola. Agora, eu não tenho como dizer o que se passou no Alto Comando do Exército e no comandante para a escolha dele. Até porque não me foi dito a razão. Ele avaliou todos os aspectos técnicos e eu acho que, para ele, por algum motivo pesou mais a questão de Recife.

Pozzobom respeita a escolha, mas diz que Santa Maria tinha mais estrutura para receber a ESA

No Central CDN 3ª Edição Especial, apresentado pelo jornalista Rafael Favero nesta quinta-feira, o prefeito Jorge Pozzobom (PSDB) disse que aguardava uma ligação sobre a decisão:

- Quem me conhece sabe que eu não desisto nunca. Eu acolhi a decisão, mas eu não engoli ela. Eu não vou deixar de continuar fazendo o trabalho. Eu já falei com o governador Eduardo Leite. Ele também recebeu a noticia. O próprio Comandante Geral do Exército, o general Paulo Sérgio comunicou o governador. Evidentemente, me ligaram às 16h me pedindo para aguardar uma ligação do comandante geral. Agora, são 22h e o comandante ainda não me ligou - afirma.

Apesar da decisão, Pozzobom afirma que não irá desistir:

- Eu estou completamente decepcionado. Não vou esconder de ninguém. Acho que Santa Maria não merecia isso. Mas, hoje, a gente dorme, descansa e segue amanhã, cheio de energia. Não vou desistir. 

ESCOLHA

Após escutar a entrevista cedida pelo General de Divisão da Reserva do Exército Brasileiro, Joarez Alves Pereira Júnior ao Diário de Santa Maria, o presidente da Câmara Municipal dos Vereadores, João Ricardo Vargas (PP), falou sobre um possível constrangimento:

- As pessoas perguntavam o que eu achava durante todo esse período e eu disse que, na questão técnica, não existe uma outra cidade no país que possa apresentar o que Santa Maria tem e isso é verdadeiro. Eu assisti a entrevista com o general Joarez. Nós víamos o constrangimento na fala do general, porque ele viu. Ele fez um levantamento criterioso de tudo isso em Santa Maria e a questão técnica dava de 10 a zero. Não tinha dúvida nenhuma. 

DECISÃO POLÍTICA

A confiança de que o município seria escolhido como sede para a ESA também era compartilhada pelo presidente da Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Santa Maria (Cacism), Luiz Fernando Pacheco:

- Para a nossa cidade, hoje é uma noite triste e de decepção. Acho que eu tinha essa decisão da Escola de Sargentos como, talvez, um dos grandes fatos que poderia modificar o futuro da nossa cidade. Santa Maria teve grandes momentos, como a Universidade Federal de Santa Maria há 50 anos atrás. E eu via a possibilidade desse investimento em Santa Maria, nas últimas décadas, como um grande fato modificador. 

Sobre o caráter técnico da decisão, Pacheco argumenta que o investimento de mais de 1 bilhão de reais previsto com a vinda da ESA pode não ter sido destinado a Santa Maria por questões politicas: 

- Infelizmente, fomos surpreendidos por uma decisão que todo fala que foi técnica. Desde o mês passado, eu falo que tem um componente politico. Estamos esquecendo do componente politico. Nós moramos no Brasil. Não moramos na Suíça. Se fosse na Suíça, talvez, a nossa decisão fosse técnica. Talvez, tenhamos que aprender uma lição da mais dura forma sobre como nos mobilizarmos politicamente.

FALTA DE RESPOSTAS

O deputado Estadual Valdeci Oliveira (PT), que acompanhou a competição, critica a falta de detalhes no anuncio sobre o destino da ESA:

- Eu sinceramente continuo achando e afirmando para todo mundo que Santa Maria era e é a melhor, do ponto de vista local, para receber a escola. Respeito a posição do presidente, mas eu creio que não há ainda um dado definitivo, apesar da nota do comando do Exército. É muito engraçado, porque foi quase feito um vestibular nacional. Só que, no final, é anunciado por um vídeo do presidente da República, de forma rápida e sem detalhar até agora. Quais são os motivos técnicos? - questiona o ex-prefeito de Santa Maria. 

NÃO FALTOU EMPENHO 

Já o deputado Federal Marcelo Brum (PSL), em entrevista ao Bom Dia, Cidade da rádio CDN de hoje cedo relatou que não faltou empenho, do gaúchos na luta pela ESA em Santa Maria. 

- A gente entende que é uma escola maravilhosa, que é uma oportunidade para juventude mas é como eu disse, são várias obras, vários investimentos, várias decisões, e o governo Bolsonaro não se resume apenas a essa escola, muitos investimentos do governo já foram para santa maria, ajudando a cidade e região, mas muito mais virão! -, comentou Marcelo. 

Segundo Marcelo Brum, é evidente que isso tem todo um critério para a escolha do local da escola e outras regiões que também almejavam recebe-la, porém Recife foi contemplado e é considerada uma das grandes cidades brasileiras, bem como Santa Maria.

- Então o governo Bolsonaro tem procurado atender a todas as regiões do país, um país enorme, são 200 milhões de habitantes, um país continental de um tamanho incrível e que precisa ser atendido e ter assistência. Não deu a obra da ESA em Santa Maria, outros já foram e outras virão, tudo para contemplar nossa querida cidade de santa maria -, conclui Marcelo Brum. 





fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 

© 2021 NewCo SM - Empresa Jornalistica LTDA


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7188
(55) 3213-7190