polícia civil

VÍDEO: operação contra tráfico de drogas em Tupanciretã prende 15 pessoas

Ação foi desencadeada para combater organização criminosa na cidade

18.398


Foto: Fabrício Minussi (Bei)
Operação mobilizou mais de 70 agentes

Foi deflagrada, na manhã desta sexta-feira, a Operação Forasteiro, que busca desarticular uma quadrilha de tráfico de drogas que atua em Tupanciretã. Foram cumpridos 15 mandados de prisão preventivas e temporária e 13 de busca e apreensão, com a participação de 70 agentes e 23 viaturas da Polícia Civil da região, da Susepe e de cães farejadores da Brigada Militar (BM).


No total, 15 pessoas foram presas. Foram apreendidas ainda porções de crack, cocaína e 11 tijolos de maconha, com 9 quilos. A maior parte da ação ocorreu em Tupanciretã, com 12 mandados de prisão e 11 de busca e apreensão. Foram cumpridos ainda dois mandados em Sarandi e outros três na Penitenciária Estadual de Santa Maria (Pesm).


Foto: Fabrício Minussi (Bei)
Cerca de nove quilos de maconha foram apreendido
s

INVESTIGAÇÃO
A investigação começou em junho e identificou uma rede de tráfico de drogas em Tupanciretã. Além disso, são investigados crimes de estelionato, roubos e furtos. A maioria dos crimes aconteceram na cidade, mas a investigação também apontou atuação em outros locais.

Homem morre após colisão entre carro e caminhão na BR-158

Conforme a investigação, o líder da quadrilha, de 32 anos, cumpre pena na Pesm, de onde comandava as ações da quadrilha. Ele foi o alvo principal da operação. Outro apenado, considerado braço direito do comandante da quadrilha, também é investigado. O trabalho também identificou conexões com uma organização criminosa do centro do país que tem um integrante no Presídio Estadual de Sarandi, no norte do Estado. Contra ele, foi cumprido mandado de prisão preventiva.

GOLPES NA INTERNET
A quadrilha também aplicava o "golpe dos nudes". Um estelionatário cria um perfil falso, geralmente de uma adolescente, e entra em contato com homens, por Facebook ou WhatsApp, trocando mensagens e fotos íntimas. As conversas, que contêm fotos, passam a ser motivo de extorsão.

Dos 15 presos, cinco são mulheres e foram encaminhadas para o Presídio Regional de Santa Mara. Outros sete homens presos foram encaminhados ao Presídio Estadual de Júlio de Castilhos. Os outros três homens presos já estavam em casas prisionais e receberam o aviso de prisão por esses crimes.

Casa das Ilusões: Polícia Civil cumpre mandados em São Paulo

PREJUÍZO AO CRIME
O delegado regional de Polícia Civil, Sandro Meinerz, também acompanhou a operação na manhã desta sexta-feira. Segundo ele, as prisões realizadas em Tupanciretã representam um prejuízo ao crime organizado na região:

- Estamos cortando o elo que mantinha ativo esse grupo criminoso. A quantidade de prisões e apreensões realizadas demonstram o quanto essa quadrilha estava organizada, sendo tanto na atividade do tráfico de drogas como nos crimes de estelionato, onde temos dezenas de vítimas identificadas.

Servidores da saúde são ameaçados com arma de fogo

OPERAÇÃO FORASTEIRO
A ofensiva contra o crime organizado em Tupanciretã na manhã desta sexta-feira foi batizada de Operação Forasteiro pelo fato de o líder da quadrilha ser de Júlio de Castilhos.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190