fim do mistério

Preso o autor confesso de assassinato de freira em São João do Polêsine

O suspeito trabalharia como motorista de carro executivo na Quarta Colônia

18.398
Foto: Foto: Anselmo Cunha (Especial)


Foto: Anselmo Cunha (Especial)

A Polícia Civil prendeu preventivamente nesta quarta-feira o suspeito de assassinar a freira Maria Ana Dal Santo, 79 anos, em São João do Polêsine. O suspeito é um jovem de 28 anos, morador de Faxinal do Soturno.

Segundo o delegado regional, Sandro Meinerz, o investigado confessou o assassinato, que teria sido praticado com um facão. Ele, inclusive, teria indicado à polícia o local onde havia deixado a arma, que foi localizada. 

O suspeito trabalharia como motorista de carro executivo na Quarta Colônia e já teria realizado serviço de transporte para a religiosa. Neste mês, o suspeito teria levado a vítima três vezes em casa. 

O crime aconteceu em 17 de janeiro. O corpo da religiosa foi encontrado na casa da família, na localidade de Linha Glória, com um corte no pescoço. Maria Ana morava no Paraná e havia viajado para São João do Polêsine no final do ano passado para cuidar de uma irmã doente.

No dia do crime, o jovem teria ido de carro até a casa da idosa. Os dois teriam conversado nos fundos da residência, onde Ana Maria passava alguns dias sozinha, pois a irmã está internada em Paraíso do Sul devido à ferimentos sofridos durante um acidente doméstico. Foi em função da doença que a freira viajou para o Rio Grande do Sul no Natal do passado.

Caso Kiss: indefinições marcam o atual momento do processo judicial

Após os dois se despediram, o suspeito teria dito que iria embora. A freira foi para dentro de casa, mas o jovem havia ficado escondido e, logo depois, entrou na casa com um facão e praticou o assassinato.

Meinerz informa que o motivo do crime não foi bem esclarecido pelo suspeito. O motorista já havia sido interrogado, entre os mais de 10 suspeitos ouvidos pela polícia na semana passada. O delegado segue a investigação para descobrir se há mais pessoas envolvidas.

- O suspeito contou uma história que não faz muito sentido em um primeiro depoimento. Por isso, fizemos um pedido de mandado de busca e apreensão à Justiça. A partir disso, conversamos com ele de novo, e ele mudou a sua versão. Também analisamos câmeras de segurança, que mostram o jovem saindo de sua casa, em Faxinal, e próxima da localidade de Linha Glória na manhã do domingo, dia do crime. Isso levantou suspeito, porque o motorista havia dito que, naquele dia, não havia saído de casa _ informa o delegado regional.

A investigação trata o caso como um homicídio duplamente qualificado pelo motivo torpe e por recurso que dificultou a defesa da vítima, que foi golpeada pelas costas.

O rapaz foi levado para o Presídio Estadual de Agudo.

*Colaborou Janaína Wille


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190