tentativa de estupro

Polícia Civil vai abrir procedimento interno para apurar se houve mau atendimento a vítima

Conforme a titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, vítima formalizou reclamação nesta sexta-feira

18.303

A Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) deve instaurar um procedimento administrativo para apurar se houve mau atendimento a uma vítima de tentativa de estupro em Santa Maria. O fato aconteceu por volta das 7h de quinta-feira no Bairro Rosário. A jovem, de 22 anos, expôs o caso em redes sociais e alega que no registro da ocorrência, feito na mesma data, não constava a existência de testemunha, ao contrário do que ela havia relatado. Ela também disse que havia sido orientada a ligar para o 190 se "esbarrasse" com o agressor novamente e a "explicar com calma" a situação. 

Carro e parte de casa são consumidos pelo fogo em Santa Maria

Nesta sexta-feira, segundo a delegada Elizabete Shimomura, titular da Deam, a vítima foi chamada para prestar depoimento novamente, pois no primeiro registro faltavam detalhes para a investigação. Na oportunidade, a delegada pediu que a jovem formalizasse a reclamação sobre o atendimento da Deam.

- No depoimento anterior que foi tomado não foi mencionada nenhuma testemunha. Tem contornos de que possa ter ocorrido (mau atendimento), mas ainda não vou emitir opinião até que sejam apurados os fatos. Pedi a ela para formalizar essa situação, porque isso não pode se pode se repetir, ainda mais em uma delegacia como a nossa, que é uma delegacia de proteção às mulheres. É muito grave isso - declarou a delegada.

Conforme Elizabete, a Delegacia Regional de Polícia também já foi comunicada sobre a abertura do procedimento.

Jovem é detido por porte ilegal de arma de fogo em Santiago

O FATO
De acordo com a ocorrência policial registrada pela vítima, a jovem saiu de casa e caminhava pela Rua Vale Machado em direção a uma parada de ônibus na Avenida Rio Branco quando percebeu a aproximação de um homem usando óculos escuros, máscara e capuz. Ele chegou perto da vítima e passou a tocá-la em diversas partes do corpo. O homem ainda tentou puxar a jovem, mas ela conseguiu escapar.

De acordo com a delegada Elizabeth Shimomura, titular da Deam, a polícia possui um suspeito para o crime e trabalha para localizá-lo. O suspeito já foi indiciado por pelo menos outros dois crimes de importunação sexual. O episódio envolvendo a jovem foi parar nas redes sociais e teve grande repercussão.

Após denúncia, Brigada Militar localiza maconha que estava enterrada em Santiago

COMO DENUNCIAR

A polícia reforça a importância do registro policial envolvendo casos de crimes de natureza sexual. As denúncias podem ser feitas da seguinte maneira:

  • Sede da Deam - Rua Duque de Caxias, 1169
  • Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) - Avenida Nossa Senhora Medianeira, 91
  • Telefones (55) 3222-9646 (Deam) e 180 (Disque-Denúncia)


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190