contatos Assine
investigação

Mãe é presa suspeita de ter matado recém-nascida em Santiago

19 Junho 2019 17:28:00

Jovem de 18 anos não quis se pronunciar durante depoimento oficial à Polícia Civil

Michelli Taborda

A jovem de 18 anos que estava sendo investigada pela morte de um bebê recém-nascido, em Santiago, foi presa preventivamente na tarde desta quarta-feira. De acordo com a delegada Débora Poltosi, responsável pelas investigações do caso, a suspeita é a mãe da criança. A bebê foi encontrada morta no dia 25 de maio, dentro de uma caixa de sapatos que estava em cima do guarda-roupa, na residência da investigada. 

Jovem é preso por tráfico de drogas na região central de Santa Maria

Segundo o laudo da perícia, a criança nasceu viva e foi morta após o parto. Entretanto, o laudo não aponta a causa da morte do bebê. Conforme as investigações, a mãe procurou atendimento médico, horas depois de dar a luz, no Pronto-Socorro municipal. Em um primeiro momento, a jovem alegou que estava sofrendo um sangramento. Questionada, ela informou ao médico que não estava grávida, mas após realizar alguns exames, confessou que havia dado à luz recentemente. 

- Foi tudo muito rápido. A criança nasceu durante a madrugada, e a mãe teve hemorragia. Foi a avó da criança quem levou a jovem para atendimento médico. Menos de 12 horas após o parto, o bebê foi encontrado morto dentro da casa, com o cordão umbilical cortado. A nossa linha de investigação é pelo crime de homicídio doloso, visto que a criança não morreu por negligência e sim porque foi morta ou deixada para morrer - explica a delegada. 

A Polícia Civil ainda investiga a possibilidade de participação de outras pessoas no crime. Por conta disso, o aparelho celular da jovem foi apreendido e encaminhado para perícia.

Durante depoimento oficial à Polícia Civil, nesta tarde, a jovem optou por permanecer em silêncio. Até o final desta tarde, ela seria encaminhada ao Presídio Estadual de Santiago. 

O CASO
O bebê foi encontrado morto, no dia 25 de maio, enrolado em um lençol, dentro de uma caixa de sapatos, em cima do guarda-roupa da jovem. A criança pesava aproximadamente 2,5 kg. Segundo a Polícia Civil, a mãe do bebê, uma jovem de 18 anos, estaria no oitavo mês de gestação. Ela procurou o Pronto-Socorro municipal alegando sangramento. Depois de conversar com o médico e de passar por exames, ela teria admitido que estava grávida e que deu à luz recentemente. O corpo do bebê foi encaminhado para necropsia, que apontou que a criança havia nascido viva, mas foi morta posteriormente. 


fale conosco

redação
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
atendimento@diariosm.com.br
ouvidoria@diariosm.com.br
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190