condenação

Defesa de Ariosto vai recorrer de resultado do júri

Ele foi condenado a 128 anos de prisão pela morte de quatro pessoas. Pena também é pelo estupro de uma das vítimas, enteada do condenado

Dandara Flores Aranguiz
Foto: Foto: Renan Mattos (Diário)


Foto: Renan Mattos (Diário)/

Os advogados de defesa de Ariosto da Rosa, 43 anos, condenado na última terça-feira a 128 anos de prisão pela morte de quatro pessoas e pelo estupro de uma delas em novembro de 2016, no interior de Pinhal Grande, devem entrar, ainda hoje, com recurso contra a sentença.

- A defesa entende que não há provas que justifiquem as qualificadoras dos homicídios nem o estupro. As penas para cada homicídio foram muito elevadas - afirmou Airton Mello, um dos advogados do réu.

Operação contra corrupção prende vice-prefeito, servidores públicos e outras 5 pessoas em Agudo

Para o Ministério Público, o resultado final foi satisfatório.

- Foi feita justiça. Agora, é com o tribunal. No final, mesmo com o somatório das penas, ele cumpre no máximo 30 anos. Os 128 são usados apenas para cálculo de benefícios. Por exemplo, três quintos de progressão incidem sobre os 128 anos. Mas essa conta é superior aos 30 anos, que é a pena máxima aplicada, então, não existe a possibilidade de ele sair da cadeia antes desse período - explica o promotor Theodoro Alexandre Silveira.

PM suspeito de envolvimento com facção na Capital é preso em Santa Maria

O advogado Daniel Tonetto, que foi o assistente de acusação durante o julgamento, explica que, por se tratar de um crime hediondo (homicídio qualificado), o condenado tem que cumprir dois quintos da pena final e definitiva. Como Ariosto é reincidente - já cumpriu pena anteriormente por tentativa de homicídio -, ele terá que cumprir três quintos da pena.

- Quando terminar o prazo dos 30 anos, termina a pena dele, mas a diferença é que durante esse tempo, ele cumpre a pena em regime fechado, obrigatoriamente. A não ser que o Tribunal de Justiça diminua a pena, atendendo aos recursos - comenta Tonetto.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190