júri

Argentino que ateou fogo em ex-companheira é condenado por tentativa de feminicídio

Crime aconteceu em novembro de 2018 em Santa Maria

18.297

O argentino Angel Gabriel Rolo, 32 anos, acusado de atear fogo na ex-companheira, Bernarda Massolo, 22 anos, em novembro de 2018 em Santa Maria, foi condenado a 8 anos, 10 meses e 22 dias de prisão por tentativa de feminicídio por meio cruel. O júri popular aconteceu no fim da tarde desta segunda-feira. Rolo permanece na Penitenciária Estadual de Santa Maria (Pesm), onde está desde a data do crime. 

'Não foi acidental, não foi sem querer', diz delegado sobre mulher que atropelou jovem

O homem foi indiciado por homicídio triplamente qualificado - feminicídio, já que o crime teria tido como motivação a vítima ser mulher e sua companheira, meio cruel, por ter utilizado fogo, e circunstância que impossibilitou a defesa da vítima, pois a polícia acreditava que ela estava dormindo. Entretanto, ao decorrer do processo, Massolo retificou no processo que estava acordada, e o indiciamento passou a ser por homicídio duplamente qualificado, por feminicídio e meio cruel. 

- Nós estamos verificando a possibilidade de recorrer da decisão, porque achamos que esse tempo de condenação ainda é pouco por tudo o que ele fez a Bernarda - afirma a advogada Magali Rodrigues. 

Já o advogado Leonardo Sagrillo Santiago, que faz a defesa de Rolo, afirma que "o acusado já tem tempo para progredir de regime":

- Uma das principais teses foi acolhida pelo tribunal do júri, de que a motivação foi pela violenta emoção, logo em seguida a injusta provocação - completa Sagrillo. 

O CASO
Rolo e Bernarda trabalhavam como malabares na esquina das avenidas Nossa Senhora da Medianeira com Fernando Ferrari quando crime aconteceu, na madrugada de 23 de novembro de 2018. A Brigada Militar foi acionada pela Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), após a jovem dar entrada no hospital. Ela teve 56% do corpo queimado. 

Homem é preso após ferir companheira com uma faca em Lavras do Sul

Segundo a vítima, o homem jogou querosene e em seguida ateou fogo contra ela. As chamas causaram queimaduras de primeiro e segundo grau principalmente na parte superior do seu corpo. 

A jovem estava fazendo um mochilão pelo Brasil e Argentina acompanhada do namorado, com quem ela trabalhava nas ruas fazendo malabares. Era uma forma de angariar os fundos necessários para continuar viajando.

Bernarda ficou internada na Central de Tratamento Intensivo (CTI) do Husm. No dia 2 de dezembro, ela foi transportada para Santa Fé, na Argentina, para continuar o tratamento médico. Ela sofreu queimaduras nas vias respiratórias e respirava com ajuda de aparelhos. Atualmente, a jovem não está mais no hospital, mas ainda continua se recuperando das lesões. 


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190