segurança pública

Alunos da Brigada Militar já atuam nas ruas de Santa Maria

Eles estão realizando o curso básico de formação policial militar, qualificação que habilitará cerca de 860 novos profissionais da segurança pública no Estado

Roberto do Espírito Santo
Foto: Foto: Pedro Piegas (Diário)

Foto: Pedro Piegas (Diário)

Os novos alunos-policiais da Escola de Formação e Aperfeiçoamento de Sargentos (EsFAS), da Brigada Militar, já circulam pelas ruas de Santa Maria. Eles estão realizando o curso básico de formação policial militar, qualificação que habilitará cerca de 860 novos profissionais da segurança pública no Estado. Iniciado em maio, o curso tem 1,6 mil horas-aula de diferentes disciplinas, entre elas o estágio operacional supervisionado por colegas mais veteranos na lida de rua. 

VÍDEO: operários ficam suspensos em andaime em Santa Maria

Em Santa Maria, 95 alunos estão fazendo o curso, que ainda não está concluído. Ele tem uma duração entre oito e nove meses, e a parte prática da rua está acontecendo desde agosto, conforme o comandante da EsFAS, major Artur Marques Barcellos. O curso está sob a coordenação do Departamento de Ensino da BM. Depois de formados, o destino dos militares (ou locação), obedecerá a critérios da corporação.

Para atuar plenamente na segurança pública, os alunos têm no curso um currículo amplo, abrangendo áreas que vão do Direito às Relações Humanas, informa Barcellos. Os professores/instrutores, na sua maioria, pertencem aos quadros da Brigada Militar. Para participar do processo seletivo, os candidatos precisam ter o Ensino Médio, mais de 18 anos e possuir carteira de habilitação B.

- A formação dos alunos-policiais tem atividades com índice de qualidade elevada, eles são extremamente bem preparados - avalia Barcellos.

VÍDEO: primeiro dia na bandeira vermelha começa com comércio parcialmente fechado

A formação procura também ir além da sala de aula, agregando valores morais compatíveis com a sociedade e comunidade, complementa o militar. Entre as instruções práticas, estão incluídas atividades na área de trânsito, como aconteceu recentemente com os alunos da EsFAS.

NO ESTADO
O diretor de ensino da Brigada Militar, tenente coronel Marcus Vinícius Gonçalves Oliveira, destaca a importância do estágio como inserção na função de polícia e o despertar do sentimento de pertencimento à instituição: 

- Esse é o momento em que o policial em formação colocará em prática tudo aquilo que aprendeu na sala de aula, desde a questão da interação e a integração com o cidadão, o desenvolvimento de ações balizadas pela legislação que ampara a atividade policial e, em alguns casos, no cumprimento incondicional do compromisso de colocar em risco sua atividade pela sociedade.

Já o aluno-soldado Michael dos Santos Tomazzini, que teve sua primeira experiência nas ruas numa ocorrência de condução de um autor de violência doméstica (Lei Maria da Penha), destacou o reconhecimento da sociedade pelo trabalho da BM.

Na tarde do último dia 9, os alunos da turma 31 realizaram barreiras de fiscalização de trânsito na área do 1° RPMon. A atividade faz parte do estágio do curso e mobilizou a maioria dos alunos da turma.

Durante a fiscalização, foram abordados e fiscalizados 67 automóveis (incluindo caminhonetes), 15 motocicletas, além de terem sido feitos 26 autos de infração de trânsito, oito automóveis e duas motocicletas recolhidas, duas carteiras de habilitação apreendidas e três boletins de ocorrência na forma de comunicação de ocorrência policial.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190