obituário

Morreu Honorina da Silveira Netto

Santa-mariense deixou o marido, dois filhos, dois netos e um bisneto


Honorina da Silveira Netto, 83 anos, nasceu em Santa Maria. Filha de Ignácia Pereira da Silveira e Trajano da Silveira, tinha 14 irmãos. Viveu por muitos anos em Água Boa, localidade no interior de Santa Maria, onde ajudou a criar os irmãos, os sobrinhos e se casou com o agricultor Getúlio Netto. Eles se conheceram em um baile na casa de um compadre do pai de Honorina.

Dessa aliança de 59 anos, vieram os filhos Iolanda da Silveira Netto Martins, 57 anos, e Gideon, 52. Os netos, Gabriel, 25 anos, e Vitória, 19, e o bisneto, Anthony, 4, completavam a alegria da família. Conforme a família, Honorina contava que teve infância e juventude tranquilas. Ela gostava muito de viver no interior. Depois que se mudou para Santa Maria, dedicava-se a ajudar igrejas do Bairro Camobi, onde morava.


Iolanda diz que um dos prazeres da agricultora era de fazer bolachas, broas, crochê, pães. Tudo isso ela fazia como lazer e muitos desses produtos eram para presentear parentes e amigos.

- Ela adorava reunir a família final de semana, fazer galinha frita com polenta, essas coisas do interior. Conselheira, a mãe nos deixou um legado de honestidade e amor ao próximo. Vou lembrar dela como uma pessoa boa, tranquila, doce, serena. Tinha muita fé. Acreditava em todas as religiões- conta Iolanda.


A amiga e cabeleireira, Elmira Ferrari, 64, era uma das pessoas que ganhava mimos da santa-mariense:

- Honorina me trazia chá quando eu estava gripada, trazia bolachas, etc. Quando ficou doente, eu cortava o cabelo dela. Quando ficava muito tristinha, tentava animá-la. Há pouco templo, Elmira havia ganhado três mudas de parreira da amiga: Neste ano, uma delas se espalhou e deu uvas deliciosas, como um presente de despedida.


Vitória comenta a relação de afeto e companheirismo que tinha com a avó:

- A "vó" foi muito importante na minha vida. Sempre me deu atenção e amor. Trabalhava parelho com meu avô na lida do campo. Sem dúvidas, um grande exemplo para a família. Honorina da Silveira Netto morreu em 31 de dezembro de 2019. Ela foi sepultada no dia seguinte, no Cemitério Municipal de Santa Maria.



fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190