contatos Assine
obituário

Morreu evangélica Zilka Terezinha Alves

21 Agosto 2018 12:00:00

A aposentada gostava de viajar e adorou conhecer os parques aquáticos da Capital Gaúcha. Confira outros falecimentos em Santa Maria e região

Foto: Fotos: Arquivo Pessoal

Fotos: Arquivo Pessoal

A aposentada Zilka Terezinha Alves, 74 anos, era conhecida pela generosidade e simpatia. Mãe da estudante em técnico de enfermagem Ismeria Ales Machado, 39, ela a criou sozinha e batalhou muito para nunca deixar faltar nada à filha. Zilka nunca quis se relacionar novamente e se dedicou a Ismeria.

- Lembro que a mãe tinha dois empregos, não deixava me faltar nada e sempre lutou por nós duas. Tenho-a como meu grande exemplo de guerreira e força - emociona-se a filha.

Os xodós de Zilka eram os dois netos, Vinícius, 14 anos, e Júlia Ales Machado, 12, que eram grudados com a avó. Ela ajudou a filha a criar os dois, enquanto Ismeria e o genro, o motorista e auxiliar de cozinha Alexandre Peres Machado, 40 anos, precisavam trabalhar. A idosa sempre morou com a filha, e as duas se cuidavam. A estudante conta que está bem difícil continuar sem a mãe, já que as duas eram grandes melhores amigas e muito apegadas uma a outra.

Muito sincera, Zilka ensinou à filha a ser companheira, honesta e batalhadora. De personalidade forte, ela perdeu os irmãos muito cedo.

- Lembro que, quando era criança, minha mãe se reunia com meus tios, e eles se divertiam muito. Mas, como ela era a mais nova, já não tinha mais irmãos vivos. Mas a grande alegria dela era estar reunida com os familiares - diz Ismeria.

A estudante de técnico em enfermagem recorda que a mãe era muito dedicada, amorosa, prestativa e afetuosa, e sempre a incentivou aos estudos, mas que também era uma mãe que cobrava e queria ensinar a filha a ir sempre pelo correto. Para isso, ela utilizou os preceitos bíblicos da Igreja Quadrangular, do Bairro Nossa Senhora do Rosário, e levava Ismeria ao templo religioso. A aposentada tinha o sonho de conseguir frequentar a igreja para seguir fazendo trabalhos voluntários no grupo de orações e ajudando, como sempre fez, já que as portas da casa dela sempre foram abertas a quem necessitasse.

- Ela me adotou como um verdadeiro filho, conversávamos bastante, e dona Zilka me deu inúmeros conselhos. Sou grato a ela pelos cuidados com meus filhos - recorda o genro.
A aposentada gostava de viajar e adorou conhecer os parques aquáticos Marina Park e Acqua Lokos, na Capital gaúcha. À filha, ao genro e aos netos, Zilka deixa o ensinamento de, mesmo na dificuldade, ser positiva. Muito humana, a idosa se importava com todos que estavam a sua volta.

Zilka faleceu em 5 de julho por insuficiência cardíaca e foi sepultada no dia seguinte, no Cemitério Jardim da Saudade, em Santa Maria.

OUTROS FALECIMENTOS EM SANTA MARIA E REGIÃO

Funerária São Martinho

06/08
Cladir Kulman, aos 85 anos, foi sepultada no Cemitério Ecumênico Municipal, em Santa Maria
Domingo Luizabete Ketz, aos 67 anos, foi sepultado no Cemitério São José, em Santa Maria
José Moacir Gonçalves de Oliveira, aos 55 anos, foi sepultado no Cemitério Chácara das Flores, em Santa Maria
Pedrolina Rocha Lopes, aos 76 anos, foi sepultada no Cemitério de Pau a Pique, em Santa Maria
Alice dos Santos Soares, aos 80 anos, foi sepultada no Cemitério Ecumênico Municipal, em Santa Maria
Julinha Figueiredo Brutti, aos 62 anos, foi cremada no Crematório Dom José, em Santa Rosa
Maria José da Rocha Savio, aos 82 anos, foi sepultada no Cemitério Municipal, em São Vicente do Sul

07/08
Rosa Maria Puchale San Martin, aos 59 anos, foi sepultada no Cemitério de Arroio Grande, distrito de Santa Maria
Jolaine Cassenote de Avila, aos 68 anos, foi sepultada no Cemitério Ecumênico Municipal, em Santa Maria
José Cidnei Cantarelli, aos 59 anos, foi sepultado no Cemitério Santa Rita, em Santa Maria

08/08
Albery Freitas de Barcellos, aos 82 anos, foi sepultado no Cemitério Ecumênico Municipal, em Santa Maria
Nelson Paulino Rosa, aos 71 anos, foi sepultado no Cemitério São José, em Santa Maria
Camila Santos dos Santos, aos 29 anos, foi sepultada no Cemitério Ecumênico Municipal, em Santa Maria
Edison Silveira de Moura, aos 55 anos, foi sepultado no Cemitério Jardim da Saudade, em Santa Maria

As informações sobre falecimentos podem ser enviadas para natalia.zuliani@diariosm.com.br ou pelo telefone (55) 3213-7122


fale conosco

redação
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
atendimento@diariosm.com.br
ouvidoria@diariosm.com.br
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190